Mindfulness – 5 passos para manter sua saúde mental

Publicado em: 02/04/2020 por: Assessoria de Imprensa SUPERA

O excesso de informações em noticiários, o isolamento social, saúde mental prejudicada, a nova rotina, mudanças no convívio e no trabalho em casa… as últimas semanas têm trazido uma série de novas realidades ao mundo inteiro. Essas mudanças – além de trazerem consequências ao nosso cérebro – também tem gerado tensões e afetado nossa saúde mental, trazendo à tona sensações como ansiedade, medo e estresse.

Mindfulness – 5 passos para manter sua saúde mental - SUPERA - Ginástica para o Cérebro
Para atenuar sintomas de ansiedade, a meditação é uma alternativa que traz benefícios ao corpo e à mente; saiba como começar

“Medo, ansiedade, preocupação nós vamos sentir. Sobre isso não temos controle, isto é uma resposta neurológica. A questão é o que fazemos com as emoções que sentimos. Um cérebro executivo, um cérebro com autocontrole emocional, com autogerenciamento competente, tem a capacidade de monitorar e regular as emoções e tomar decisões com responsabilidade evitando esses comportamentos impulsivos”, diz Solange Jacob, diretora acadêmica do Método SUPERA – Ginástica para o Cérebro.

Além de exercícios cognitivos e atividades que tirem o nosso cérebro da zona de conforto, outra atividade também pode ser providencial para auxiliar no equilíbrio emocional: a meditação ou mindfulness!

A prática da meditação, além de ser uma grande aliada na diminuição de problemas psicológicos, como ansiedade e depressão, também ajuda a regular os níveis de estresse do nosso corpo e até aliviar desconfortos físicos.

Supera e você na Disney

Os principais benefícios da prática de meditação são:

  • Alivia os sintomas do estresse e promove bem-estar psicológico – Quando estamos estressados, a área do cérebro responsável pelo pensamento consciente tem sua ação reduzida, enquanto as regiões que ativam respostas ao estresse têm suas atividades aumentadas. O mindfulness é capaz de inverter esses padrões, reduzindo os níveis de estresse do corpo. Segundo pesquisadores a Universidade de Massachusetts, a meditação ajuda seus praticantes a lidar com o estresse sem fugir da dor e sofrimento de determinadas situações.
  • Ajuda na produtividade e na cognição – estamos vivendo tempos de home office, família em casa e tudo pede mais atenção. A meditação tem efeitos sobre nosso foco, memória, função executiva e raciocínio – uma vez que passamos a prestar mais atenção no momento presente. Experimento feito pela Universidade de Washington mostrou que funcionários praticantes da meditação possuem uma resposta mais positiva a rotinas agitadas, possuem mais foco para exercer atividades longas, tiveram melhora na memória de trabalho e apresentaram uma reação emocional positiva.
  • Melhora o sistema imunológico – estudo mostrou que grupos de meditação tiveram um aumento significativo de anticorpo em comparação a um grupo controle, trazendo efeitos positivos ao cérebro e à função imunológica.

Além disso, a prática traz benefícios comprovados na qualidade do sono, correção da postura, melhora nossa respiração e ainda pode ajudar a postergar o aparecimento de sintomas do Alzheimer, por exemplo, uma vez que proporciona um maior fluxo neural e uma atividade cerebral avançada.

Mas por onde começar?

Não precisa ser nenhum monge budista ou ser mestre do ioga para fazer exercícios de meditação. É recomendado para todas as idades. Um período de 15 a 20 minutos é o ideal para a prática; porém, 5 minutos já são suficientes para relaxar a mente e ter uma experiência agradável de bem-estar durante sua rotina.

O Método SUPERA separou algumas dicas essenciais para aqueles que querem iniciar a prática durante essa quarentena e conquistar mais equilíbrio e saúde mental:

  1. Adapte a prática à sua rotina: escolha um horário onde esteja relaxado e livre de interrupções. Os horários ideais são logo ao acordar ou antes de dormir. É necessário um ambiente tranquilo, calmo e roupas confortáveis. Velas aromáticas e incensos também podem ser grandes aliados.
  • Escolha uma postura agradável: esteja confortável e relaxado. O ideal é sentar-se com a coluna ereta, com os ombros e pescoços relaxados, mantendo os olhos fechados durante o processo. É possível também fazer deitado – a ideia é relaxar! Atente-se para evitar se mexer durante a prática, buscando maior consciência corporal.
  • Desligue! – Mantenha o foco na ação a ser realizada, reservando esse tempo apenas para você, sem conversas ou contato com outras pessoas. Você pode utilizar eletrônicos como aliados, colocando músicas calmas ou mantras ou utilizando aplicativos de meditação guiada, que irão ajudar os iniciantes na meditação. É ideal colocar um alarme por perto ou despertador, para se certificar que a prática terá o tempo necessário.
  • Controle sua respiração: um dos princípios básicos da meditação é alinhar mente e respiração. Quando percebemos nossa respiração e fazemos com que ela se acalme, nossa mente relaxa naturalmente. Respire, inspire e expire. Uma técnica é inspirar lentamente trazendo o ar para a região do abdômen e expirar lentamente, contando até 10 em casa processo. Esse processo pode ser feito várias vezes ao dia, toda vez que se sentir ansioso, angustiado ou com a saúde mental preudicada.
  • Esvazie seus pensamentos: foque a sua atenção; seja em mantras, palavras que venham à sua mente, imagens, melodias, sensações, sua respiração, pensamentos positivos. O ideal é desviar da mente preocupações rotineiras e focar na ação que está acontecendo no momento.

Ao final da sua meditação, não tenha pressa em abrir os olhos e voltar à rotina; mova-se com calma, tome consciência de si mesmo e de seu ambiente, coloque um sorriso no rosto e transmita a paz do momento em todas as atividades que irá realizar

Respeite seu tempo, se abrace, se ame e saiba que a meditação é uma expressão de autocuidado. Curta o momento e saiba que parar, observar e relaxar são maneiras de se amar diante da rotina agitada que levamos e pode ser feita à sua maneira.

Tatiana Olivetto – Assessoria de Imprensa e Comunicação Método SUPERA

Compartilhar este artigo
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Share

SUPERA News

Mantenha-se atualizado. Assine nossa Newsletter

captcha



Posts Relacionados