Home Office – aumente a performance do seu cérebro

Publicado em: 25/03/2020 por: Assessoria de Imprensa SUPERA

Home office: trabalhar no conforto da casa, mais liberdade, flexibilidade em horários, qualidade de vida…. O que para muitos pode ser o cenário ideal, também pode causar estranhamento para aqueles que possuem dificuldades de sair da zona de conforto ou deixam a procrastinação tomar conta.

Home Office – aumente a performance do seu cérebro - SUPERA - Ginástica para o Cérebro
O home office tornou-se realidade na maioria dos profissionais hoje em dia; saiba como a neurociência pode te ajudar a ter uma boa performance profissional

Em meio à pandemia do coronavírus, o home office tornou-se realidade para milhares de profissionais em todo o mundo e pesquisas apontam que se o colaborador se dedica ao trabalho, essa tendência traz ainda mais produtividade e performance.

De acordo com pesquisa feita por Nicholas Bloom, da Universidade de Stanford, trabalhar em casa deveria ser o modelo padrão. Em teste com funcionários da agência de viagens chinesa Ctrip, Nicholas notou que a produtividade daqueles que trabalhavam em casa aumentou em 13%; além de apresentarem maior satisfação pessoal, as pausas eram menos frequentes e as doenças físicas também.

Para aqueles que tiveram que se adaptar a essa nova rotina da noite para o dia, é preciso preparar o cérebro. A prática exige autodisciplina, concentração, foco e também inteligência emocional para lidar com a solidão.

Supera e você na Disney

“Para uma prática exercitar o cérebro, precisa ser uma experiência mais completa que a experiência usual, familiar, rotineira. Um comportamento conhecido não afeta a neuroanatomia de forma tão significativa quanto o comportamento novo e familiar. Por isso, é importante praticar atividades que tiram o cérebro do piloto automático”, diz Solange Jacob, Diretora Acadêmica do Método SUPERA, maior rede de escolas de ginástica para o cérebro da América Latina.

Quando exercitamos o cérebro – seja com neuróbicas (como mudar o lugar de trabalho, por exemplo), jogos, exercícios cognitivos ou o ábaco – aumentamos a reserva cognitiva porque estimulamos a construção de sinapses e a qualidade das conexões, potencializando assim habilidades como memória, concentração, raciocínio e criatividade.

Por isso, os exercícios de ginástica para o cérebro do Método SUPERA são essenciais para os profissionais que desejam ter mais produtividade no período de home office. “Esse tipo de exercício visa tornar o cérebro mais ágil e flexível, no sentido de ampliar as possibilidades na busca de novos caminhos para a realização das ações cotidianas”, diz Solange.

Para ter êxito durante o home office; além de um cérebro treinado, é necessário estar atento a algumas dicas essenciais da neurociência para não deixá-lo cair na procrastinação. Confira:

  • Treine sua atenção! A atenção é a principal porta de entrada para assimilarmos conhecimento e para termos domínio das inúmeras tarefas que temos ao longo do dia. Durante o home office, treinar a atenção é desafiador – uma vez que estamos diante de tantas distrações (eletrônicos, pessoas na casa e etc). Segundo Solange Jacob, “a capacidade específica de manter nossa atenção onde queremos, resistir às distrações e definir e manter o foco nas metas é chamada controle cognitivo ou controle inibitório”. Com algumas mudanças de hábito, a atenção e a concentração podem ser desenvolvidas: quebre a rotina com música; faça ginástica para o cérebro; organize seu ambiente de trabalho; forneça energia para o corpo e cérebro com exercícios e dieta equilibrada e saiba a hora de dar uma pausa.
  • Administre sua energia! Sabemos que o cérebro gasta cerca de 20 a 25% da energia do nosso corpo. Por isso, é bom saber administrar o seu gasto energético e também, fazer pausas saudáveis durante o expediente. “Para a neurociência, o cérebro consegue se manter concentrado em uma determinada tarefa no período máximo de 50 a 60 minutos. A dica é trabalhar durante esse tempo e depois fazer uma pequena pausa de 10 minutos. Dessa forma, as áreas que estão em atividade ‘descansam’ para a próxima jornada”, explica a especialista Solange Jacob. Por isso, invista em um home office com qualidade de trabalho e não quantidade.
  • Cuide da sua saúde mental! Ansiedade, medo e problemas emocionais podem ser grandes obstáculos para a produtividade. “Quando somos dominados por fortes emoções, maior a atenção que damos a esta situação, porque o cérebro considera impossível ignorar expressões emocionais, situações de alta carga emocional ou ameaçadoras. Uma ampla circuitaria neuronal se comunica entre as várias áreas do cérebro e em especial os sistemas ascendente e descendente, que distribuem as tarefas mentais entre eles para que consigamos fazer o mínimo de esforço e obtenhamos a melhor performance. Quanto estamos impactados por emoções praticamente o frontal deixa de funcionar”, diz Solange. Dessa maneira, relaxe, cuide da sua saúde mental e não se deixe sufocar pelo trabalho – tenha atividades de lazer, como leituras, atividades físicas, meditação e não deixe de procurar uma ajuda profissional.

Tatiana Olivetto – Assessoria de Imprensa Método SUPERA

Compartilhar este artigo
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Share

SUPERA News

Mantenha-se atualizado. Assine nossa Newsletter

captcha



Posts Relacionados