Como ter um envelhecimento ativo em tempos de quarentena

Publicado em: 03/06/2020 Por Assessoria de Imprensa SUPERA

Sabe-se que o processo de envelhecimento ativo é vinculado às melhores condições de vida, como o acesso às imunizações, às melhores condições de saneamento básico, ao avanço tecnológico para tratamento em saúde e etc – aspectos que refletem no aumento da expectativa de vida de um país.

Como ter um envelhecimento ativo em tempos de quarentena - SUPERA - Ginástica para o Cérebro
Na coluna “Saúde Mental” dessa semana, esclarecemos o que significa ter um envelhecimento ativo e como manter sua promoção durante a quarentena.

O envelhecimento demográfico no cenário brasileiro, embora expressivo e em expansão, é ainda um tradutor da necessidade de maiores investimentos em programas para se envelhecer com dignidade e com melhores condições de saúde.

Neste contexto de aumento da expectativa de vida, você já se perguntou o que é envelhecer ativamente? Em 2002, a Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou um documento intitulado envelhecimento ativo, um desafio para as nações do mundo promoverem a qualidade de vida nas diferentes culturas.

Neste documento, a OMS define o conceito de envelhecimento ativo, como um processo de otimização das oportunidades em saúde, de acesso a serviços, de participação e de segurança, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida na medida em que as pessoas ficam mais velhas. Recentemente, o aprendizado ao longo da vida foi outro aspecto incorporado aos pilares do envelhecimento ativo.  Ou seja, promover o acesso à aprendizagem e à educação é uma forma de pensar na promoção de um envelhecimento saudável.

Importante reforçar que o envelhecimento ativo não é um termo sinônimo e isolado de estar fisicamente ativo, pois caracteriza um processo de envelhecimento com oportunidades, atividades e significados. Envolve apresentarmos uma maior participação social em nossa comunidade,  possuindo a promoção do bem-estar físico, psicológico e social. Ou seja, o envelhecimento ativo é um conceito de múltiplas faces, que engloba os aspectos de promoção de saúde.

Como ter um envelhecimento ativo em tempos de quarentena - SUPERA - Ginástica para o Cérebro

Mas como podemos promover o envelhecimento ativo em tempos de quarentena?

  • Possuindo o conhecimento adequado do que é uma doença e de como preveni-la, estamos nos protegendo e promovendo o pilar do aprendizado ao longo da vida. Se conseguirmos tomar os cuidados necessários para nos protegermos contra a COVID-19, podemos ter a saúde física, que proporcionará o bem-estar mental e social;
  • Evitar a automedicação quando sentimos os sintomas de uma doença respiratória, como a COVID-19, é uma forma de promover a saúde. Ao contrário do que pensamos, a automedicação tem efeitos adversos e cada organismos reage de um modo a um mesmo medicamento;
  • O autocuidado fortalece o nosso sistema imunológico. Com o acesso a uma boa alimentação, às práticas de atividades físicas, tendo boa qualidade de sono, mantendo a participação social na comunidade e agindo com segurança, não deixando que a COVID-19 se espalhe cada vez mais;
  • Exercícios para o cérebro, com atividades intelectuais como as do SUPERA, por exemplo, promovem o pilar do aprendizado ao longo da vida;
  • Possuir um ambiente organizado e com acessibilidade, não deixando tapetes soltos pela casa, objetos em excesso em determinados cômodos, não subindo de modo arriscado em bancos e cadeiras – atitudes que minimizam o risco de eventos de quedas e que garante a prática do pilar da segurança;

Desta forma, observa-se que a saúde, a segurança, a participação social e a aprendizagem ao longo da vida podem ser promovidas mesmo em tempos de quarentena , com mudanças de atitudes e de comportamentos que compõe um estilo de vida saudável. Agora que você já sabe o que é envelhecimento ativo, que tal refletir sobre a importância de promover a sua saúde com os devidos cuidados em tempos de quarentena?

Que tal conhecer a Ginástica para o Cérebro de perto? Clique aqui e agende sua AULA GRÁTIS!

Texto escrito por:

Ana Paula Bagli Moreira – Bacharel em Gerontologia pela Universidade de São Paulo. Defendeu em 2019 seu Trabalho de Conclusão de Curso com o título: Análise da efetividade do Programa Envelhecimento Ativo do Hospital da Universidade de São Paulo.

Profa. Dra. Thais Bento Lima-Silva, Docente do curso de Graduação em Gerontologia da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo (EACH-USP), Coordenadora do curso de pós-graduação em Gerontologia da Faculdade Paulista de Serviço Social (FAPSS), pesquisadora do Grupo de Neurologia Cognitiva e do Comportamento da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e conselheira executiva da Associação Brasileira de Gerontologia (ABG) e colunista do site do Método SUPERA.

Referências

Envelhecimento ativo: uma política de saúde / World Health Organization; tradução Suzana Gontijo. – Brasília: Organização Pan-Americana da Saúde, 2005. 60p.: il.

Envelhecimento Ativo: Um Marco Político em Resposta à Revolução da Longevidade / Centro Internacional de Longevidade Brasil. 1ª edição – Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

Compartilhar este artigo
  • LinkedIn
  • Share

Gostou desse conteúdo? Deixe um comentário ;)

  • Nenhum comentário ainda

Nenhum comentário para "Como ter um envelhecimento ativo em tempos de quarentena"

Faça um comentário

SUPERA PRESENCIAL

O Supera Ginástica para o Cérebro é voltado para todas as pessoas a partir de 5 anos, sem limite de idade. O curso potencializa a capacidade cognitiva aumentando a criatividade, concentração, foco, raciocínio lógico, segurança, autoestima, perseverança, disciplina e coordenação motora. As aulas, ministradas uma vez por semana com duração de duas horas, são dinâmicas e contagiantes, com atividades que agradam todo tipo de público.

SUPERA para escolas Método de estimulação cognitiva

Exclusivo para Instituições de Ensino. O SUPERA é a mais avançada ferramenta pedagógica de estimulação cognitiva e, portanto, representa um grande diferencial para sua instituição de ensino. Além de ser um excelente recurso de marketing, o método melhora o desempenho dos alunos e eleva os índices de aprovação da sua escola.

Franquia SUPERAEmpreenda em Educação

Criado em 2006, o SUPERA é hoje a maior rede de escola de ginástica para o cérebro do Brasil. Em um ano de operação, entrou para o sistema de franquias e hoje já possui 400 unidades no país. O curso, baseado em uma metodologia exclusiva e inovadora, alia neurociência e educação. Se você tem interesse em empreender nesta área, deixe seu cadastro em nosso site.