Quarentena – Idosos se reinventam com ginástica cerebral on-line

Publicado em: 16/04/2020 por: Assessoria de Imprensa SUPERA

Com a pandemia do novo coronavírus, os idosos são os que mais necessitam de cuidados e prevenção em relação ao contágio da doença, por fazerem parte do grupo de risco. Portanto, a recomendação é que fiquem em casa e, com isso, ganham ainda mais espaço as atividades que os entretenham e – melhor ainda – mantém a mente ativa em casa.

Quarentena – Idosos se reinventam com ginástica cerebral on-line - SUPERA - Ginástica para o Cérebro
Em meio ao isolamento social, idosos estão saindo da zona de conforto com as aulas de ginástica para o cérebro on-line do Método SUPERA.

Uma das opções é a ginástica para o cérebro, que consiste na prática de jogos, ábaco (um instrumento oriental para cálculos), exercícios cognitivos e outras atividades que divertem e tiram o cérebro da zona de conforto.

Tudo isso… na companhia virtual de outros colegas da mesma faixa etária, contribuindo para a interação social entre os idosos, que se faz tão importante nesse momento.

O Método SUPERA – rede pioneira em escolas ginástica para o cérebro no Brasil – está oferecendo aulas on-line aos alunos de todas as idades a partir de plataformas de videoconferência e WhatsApp.

Mas aí você pensa: plataformas de vídeos? Idosos? Essa soma não representa um desafio para o SUPERA, uma vez que os alunos são instruídos pelos educadores especializados em ginástica para o cérebro a utilizar a tecnologia ao seu favor para a realização das aulas.

A aluna Maria Barbosa, do SUPERA Cruz das Almas (BA) é um exemplo de como novos aprendizados como esse são positivos principalmente diante do momento que estamos vivenciando.

Quarentena – Idosos se reinventam com ginástica cerebral on-line - SUPERA - Ginástica para o Cérebro
A aluna Maria Barbosa, do SUPERA Cruz das Almas (BA), exercita o cérebro em casa durante a quarentena

Com 87 anos, ela conta que tem exercitado o cérebro em casa e se desafiado com o uso de todas as plataformas digitais para a realização dos exercícios que estão sendo oferecidos pela escola de ginástica cerebral.

“Estou sendo muito bem orientada pelas minhas professoras e colegas. Como na quarentena não estamos tendo aulas presenciais, todos os dias eu faço um pouco dos exercícios, faço Tangram, contas no ábaco e estou bem tranquila em casa”.

Zilda também é aluna 60+ do SUPERA Jardim Botânico (DF) e fala que, com a escola fechada temporariamente, ela está fazendo as atividades do ábaco e exercícios pelo WhatsApp.

Os benefícios dessas atividades para o cérebro vão além do desenvolvimento cognitivo. Com as aulas acontecendo em salas de reunião virtuais, eles conseguem conversar com os colegas de sala e discutir os exercícios – isso promove o bem-estar e a qualidade de vida, diminuindo a sensação de solidão.

Quarentena – Idosos se reinventam com ginástica cerebral on-line - SUPERA - Ginástica para o Cérebro
A aluna Zilda, do SUPERA Jardim Botânico (DF), recebe orientação dos educadores de ginástica cerebral por whatapp e plataformas digitais.

Hugo Piva, de 77 anos, é aluno do SUPERA São José dos Campos – Esplanada (SP) e conta como a tecnologia nas aulas de ginástica cerebral têm sido importante durante os dias de isolamento social: “Tem sido uma experiência muito interessante conversar com meus colegas; não estava conversando com ninguém porque não tinha ninguém perto de mim, é muito bom e é uma das grandes maravilhas da tecnologia ter a oportunidade de fazer uma aula dessa sem precisar sair de casa”, diz ele.

O que é ginástica para o cérebro?

Ginástica para o cérebro é uma prática que consiste em uma série de exercícios metodizados com o objetivo de desenvolver e manter habilidades cognitivas, socioemocionais e éticas para pessoas de todas as idades.

No Brasil, o Método SUPERA é a rede de escolas pioneira em oferecer o curso e hoje já conta com mais de 450 unidades em todo o país, somando mais de 170 mil alunos treinados ao longo de seus 14 anos de história.

As aulas acontecem presencialmente, uma vez na semana, com duração de duas horas. Neste período de quarentena especificamente, a rede de escolas está oferecendo aulas on-line para que os alunos se mantenham saudáveis e com qualidade de vida.

O curso é todo baseado em conceitos da neurociência. “Devido à neuroplasticidade – ou seja, capacidade do cérebro se modificar de acordo com estímulos –, nós sabemos que é possível melhorar seu desempenho. Com base em atividades que promovam novidade, variedade e desafio crescente, conseguimos fazer com que as conexões entre os neurônios sejam fortalecidas, o que garante o desenvolvimento de habilidades e as mantém ativas até o fim da vida”, explica Solange Jacob, Diretora Acadêmica do SUPERA.

“Aprender coisas novas (como mexer no computador ou aprender a usar o WhatsApp) também são formas saudáveis de tirar o cérebro da zona de conforto, principalmente entre os idosos!”, lembra a especialista.

Jogos para o cérebro on-line e gratuitos

Solidária diante do cenário atual, o Método SUPERA liberou gratuitamente 30 dias de acesso ao SUPERA Online, plataforma virtual de jogos para estimulação cognitiva, voltado para públicos de todas as idades.

Com esta ação, o SUPERA tem o objetivo de contribuir positivamente para a sociedade diante do cenário de cuidados em relação ao Covid-19, em que as pessoas devem ficar em casa sempre que possível.

Para ter acesso à plataforma grátis, os passos são:

  1. Acesse www.superaonline.com.br
  2. Faça o cadastro
  3. Clique em “ASSINE JÁ” e preencha com o código SUPERAEVOCE em “Cupom Promocional”

Assessoria de Imprensa e Comunicação Método SUPERA

Compartilhar este artigo
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Share

SUPERA News

Mantenha-se atualizado. Assine nossa Newsletter

captcha



Posts Relacionados