10 neuróbicas para o seu dia a dia

Publicado em: 08/02/2021 Por Marcela Teodoro

Eu tenho certeza de que você conhece os benefícios de manter seu corpo ativo e saudável por meio da prática de exercícios físicos. O que talvez muita gente ainda não tenha tomado consciência, é que, assim como o corpo, o cérebro também precisa de preparo.

Exercitar o cérebro é muito importante para garantir que todas as capacidades deste órgão extremamente poderoso possam atuar diariamente para te ajudar a melhorar cada vez mais sua performance em diferentes atividades. Por isso, saber a importância dessa prática e formas de exercitá-lo é cada vez mais importante.

Dentro da gama de ferramentas que ajudam a potencializar as capacidades cerebrais, os exercícios neuróbicos são muito importantes para o desenvolvimento das capacidades cognitivas.

Neste conteúdo, quero te apresentar um pouco mais sobre a importância de exercitar o cérebro, o que é ginástica cerebral, o que são as atividades neuróbicas, quais os benefícios delas e, ainda melhor: te passar uma lista com 10 exercícios que você poderá começar a praticar ainda hoje – logo após ler o conteúdo completo! Aqui você vai ver:

Continue a leitura!

Qual a importância de exercitar o cérebro?

Um corpo saudável é mantido por meio da prática de exercícios físicos, que impactam diretamente na performance física de cada um. Mas também é muito importante lembrar que o seu cérebro também precisa se manter “em forma” para fortalecer suas habilidades cognitivas que impactam diretamente na capacidade de concentração, memória e raciocínio.

Exercitar o cérebro é importante para aumentar e fortalecer as conexões químicas entre os neurotransmissores que acontecem dentro dele e que auxiliam, diariamente, na performance durante a execução de tarefas em casa, nos estudos e no trabalho.

Com atividades repetitivas, que são feitas muitas vezes à exaustão todos os dias, o cérebro tende a ficar apenas na zona de conforto – aqui, é importante frisar que a zona de conforto não é, necessariamente, uma coisa ruim; pois isso significa que o cérebro já está condicionado e treinado para resolver essas questões mais triviais – e não ter suas capacidades totais exploradas de maneira que novas coisas sejam aprendidas mais rapidamente.

O cérebro humano possui bilhões de neurônios – de acordo com estudos recentes, o número chega a 86 bilhões. E eles precisam se comunicar o tempo todo entre si para oferecer respostas às situações nas quais as pessoas são expostas em diferentes momentos.

Praticar atividades estimulantes para o cérebro é muito importante para o funcionamento do processo de comunicação entre os neurônios, que é feito por meio de trocas químicas realizadas pelos neurotransmissores e transmite diferentes sinais para o cérebro com o objetivo de oferecer “soluções” para os estímulos recebidos pelo ambiente.  

A ideia de exercitar o cérebro é aumentar o potencial do órgão para ter cada vez mais habilidade e melhorar a reserva cognitiva, ampliando as possibilidades na hora de resolver questões da sua rotina, bem como fortalecer e ampliar suas capacidades cerebrais.

Com o passar do tempo, é normal que o cérebro reduza a capacidade da formar novas sinapses, pois, assim como o corpo e outros órgãos, o cérebro também passa por alterações naturais – e, claro, é preciso lembrar que cada pessoa envelhece de uma forma, assim como as capacidades cerebrais também tem suas particularidades de indivíduo para indivíduo.

Portanto, o mais necessário é compreender a importância de mantê-lo sempre sadio para retardar possíveis alterações negativas e, assim, garantir uma boa qualidade de vida ao longo dos anos.

Com isso, as atividades que estimulam o cérebro se fazem cada vez mais importantes em todas as etapas da vida. É preciso estimular as células nervosas para que o padrão de conexões feitas pelos neurônios seja positivo e passível de adaptação para as diferentes circunstâncias da vida diante dos estímulos recebidos.

Mas… afinal, como exercitar o cérebro?

O que são atividades neuróbicas?

Acredito que, se você chegou até aqui, você já tenha entendido a importância de um cérebro ativo e saudável para a vida das pessoas. E, melhor: quer saber COMO FAZER para exercitar o cérebro.

A ginástica para o cérebro é baseada na premissa de oferecer estímulos com novidade, variedade e desafio crescente para diferentes áreas cerebrais, com o objetivo de ajudá-las a trabalhar integradamente para potencializar tudo o que há de bom dentro dele, além de expandir a possibilidade de cada um aprender novas habilidades.

Neste contexto, podemos apontar a Ginástica Cerebral como importante aliada para fortalecer as conexões feitas no cérebro e, assim, potencializar e desenvolver novas habilidades que são muito importantes para uma vida saudável.

Dentro das atividades que podem ser feitas para estimular positivamente o cérebro, estão as neuróbicas, que ajudam a expor o cérebro a desafios – que podem ser feitos por meio de simples atividades como amarrar os cadarços – que estimulam o cérebro a ir além da zona de conforto e estabelecer novas conexões.

As neuróbicas são, de maneira geral, atividades de estimulação cognitiva que funcionam como “exercícios aeróbicos para o cérebro”, isto é, que incentivam o aumento do potencial cerebral por meio de exercícios que podem ser feitos diariamente.          

Elas ajudam a intensificar a comunicação entre os neurônios, além de potencializar a criação de novas conexões positivas para o cérebro.

A ideia de estimular a prática de atividades denominadas neuróbicas foram cunhadas baseadas nos conceitos do professor de neurobiologia estadunidense Larry Katz e do pesquisador em comunicação Manning Rubin, que defendiam, em seus estudos publicados, a necessidade de praticar atividades que já são feitas cotidianamente de formas diferentes para expor o cérebro a diferentes desafios e, assim, estimulá-lo cada vez mais a encontrar soluções diferenciadas para as tarefas, mantendo-o sempre preparados para enfrentar as variadas tarefas do dia a dia.

10 neuróbicas para praticar no dia a dia

  • Escove os dentes com a mão não dominante;
  • Faça um caminho diferente para ir para o trabalho/escola;
  • Vista-se de olhos fechados;
  • Use o relógio de pulso no braço oposto;
  • Tente escrever com a mão não dominante;
  • Faça uma lista mental do que você precisa comprar no mercado;
  • Leia um livro e anote os pontos mais importantes para você;
  • Tente reconhecer os alimentos por meio dos sabores;
  • Ao fim do dia, recapitule mentalmente tudo o que você fez/onde esteve;
  • Tente memorizar as informações em vez de anotá-las.

Como você viu acima, as atividades neuróbicas propõe que as atividades feitas no dia a dia sejam realizadas de modo a estimular o cérebro. Então, para te ajudar a colocá-las no seu dia a dia, preparamos uma lista com 10 atividades neuróbicas práticas para que você possa colocar em prática agora mesmo! Confira:

Na Ginástica Cerebral, as neuróbicas são apenas mais uma das ferramentas utilizadas para melhorar as capacidades cerebrais, mas essas atividades que estão listadas acima são atividades simples que você pode incorporar na sua rotina desde já, e que vão te ajudar bastante a manter uma boa performance no seu dia a dia.

Eu espero que você tenha gostado do conteúdo e se interessado ainda mais para saber como fazer, então, para oferecer todos os estímulos adequados para o seu cérebro e garantir uma vida mais longeva e saudável.

Compartilhar este artigo

Gostou desse conteúdo? Deixe um comentário ;)

  • Visualizar os 20 comentários

20 comentários para "10 neuróbicas para o seu dia a dia"

Faça um comentário

  • Dell´Aretti Jardim Chaves de Rezende disse:

    Gostei e vou praticar aos poucos até me acostumar a utilizar o cerebro de forma diferente!

  • luiz carlos fernandes disse:

    EU JÁ FAÇO ALGUNS DESTES EXERCICIOS, E VOU INCORPORAR OUTROS.

  • MARCIA SILVA PEREIRA disse:

    São dicas já conhecidas, porém devem ser sempre lembradas para que a rotina do dia a dia não as sabotem

  • Ana Cristina Rocha Ventura Ferreira disse:

    Minha mãe foi diagnosticada com demência. Quando descobrimos a doença eu e minhas irmãs, resolvemos nos cuidar mais. Algumas dessas neurobicas eu já venho fazendo. Estamos fazendo de tudo para que a doença de nossa mãezinha venha bem lentamente. Ela tem 85 anos

  • EFRAIN RIBEIRO DOS REIS disse:

    GOSTO MUITO DOS ARTIGOS E ORIENTAÇÕES.
    GOSTARIA DE SUGERIR, NA ERA DA INFORMÁTICA, A INCLUSÃO NESTAS CHAMADAS ATIVIDADES NEURÓBICAS DO USO DO MOUSE NA MÃO ESQUERDA ,CASO A PESSOA SEJA DESTRA E VICE VERSA.

    1. Ana disse:

      Gostei . Vou praticar

  • Mônica Rodrigues disse:

    Estou gostando são coisas que pode ser aplicadas no nosso dia a dia e nem dávamos conta.

  • Clenilma disse:

    Informações maravilhosas e exercícios simples que podem ser praticados todos os dias. Meu cérebro agradece! Obrigada!!!! E… me manda mais!!!! Estou no aguardo!!!!

  • vera lucia de moraes disse:

    gostei ,vou praticar.

  • jraijsousa@hotmail.com disse:

    Muito boa as dicas, inclusive já prático algumas vezes por orientação do Supera. Já fui aluno Supera mas tive de parar um pouco e o que gostei muito foi o Ábaco (Soroban)

  • Muito bom. disse:

    Parabéns ao supera por nos transmitir ricas e maravilhosas informaçoes.

  • Diana de Sousa Bezerra disse:

    Gosto muito dessa prática de escrever com a mão não dominante e vejo realmente o quanto ela né ajuda a melhorar minha memória.

  • Maria da Conceição Barbosa e Silva disse:

    Gostei muito da mensagem e das dicas para o meu dia a dia. De algumas dicas já sabia, mas não as coloco em prática, daí foi um estímulo para mim, pois me preocupo muito com a perda de memória. Estou fazendo o Supera on-line, em Sete Lagoas-MG, estou gostando muito. Tenho muitas dificuldades, a memória,raciocínio lógico acho muito difícil, mas vou lutar, e , se Deus quiser, vencer, rsrsrs.

    Obrigada pela atenção, carinhoso abraço.

  • Heloísa Rosa Silva Roriz disse:

    Já sou aluna Supera e mesmo antes já praticava alguns destes exercícios

  • Nilza Pereira Maia disse:

    Preciso melhorar : tentar memorizar as informações em vez de anota-las. Tenho o hábito de anotar e quando preciso : está no caderninho . Uma neurobica que amo fazer: andar de ré na praia.

  • Loureni M Regus disse:

    Gostei muito das neuróticas. Vou tentar incorpora-las no meu dia-a – dia. Algumas já exercito naturalmente. Vou aprimorar. Obrigada

  • Célia Regina Scherdien disse:

    O Supera fez parte de evento dos “amigos+50” realizado em Brasília. O grupo e o evento foram promovidos por Célia Scherdien e reunir várias pessoas, formadoras de opinião, com mais de 50 anos em uma famosa livraria da cidade. Do evento, foram formados grupos que desfrutaram as aulas do Supera em Brasília. Sucesso! Célia

  • Maria de Fátima disse:

    Lir o artigo e achei interessante as informações a lista das atividades para exercitar o cérebro,vou fazer todas

    1. Evandir I Customer Service I Método SUPERA disse:

      Uhuuul, que bom que gostou!

      Para receber sempre nossas news basta se cadastrar nesta pagina:

      https://cadastro.metodosupera.com.br/cadastro-news

SUPERA PRESENCIAL

O Supera Ginástica para o Cérebro é voltado para todas as pessoas a partir de 5 anos, sem limite de idade. O curso potencializa a capacidade cognitiva aumentando a criatividade, concentração, foco, raciocínio lógico, segurança, autoestima, perseverança, disciplina e coordenação motora. As aulas, ministradas uma vez por semana com duração de duas horas, são dinâmicas e contagiantes, com atividades que agradam todo tipo de público.

SUPERA para escolas Método de estimulação cognitiva

Exclusivo para Instituições de Ensino. O SUPERA é a mais avançada ferramenta pedagógica de estimulação cognitiva e, portanto, representa um grande diferencial para sua instituição de ensino. Além de ser um excelente recurso de marketing, o método melhora o desempenho dos alunos e eleva os índices de aprovação da sua escola.

Franquia SUPERAEmpreenda em Educação

Criado em 2006, o SUPERA é hoje a maior rede de escola de ginástica para o cérebro do Brasil. Em um ano de operação, entrou para o sistema de franquias e hoje já possui 400 unidades no país. O curso, baseado em uma metodologia exclusiva e inovadora, alia neurociência e educação. Se você tem interesse em empreender nesta área, deixe seu cadastro em nosso site.