4 benefícios da leitura para o cérebro

Publicado em: 08/10/2021 Por Júlia Santana

Se assim como eu, você não dispensa uma boa leitura, neste conteúdo vou te dar mais motivos para continuar: a leitura oferece muitos benefícios para o seu cérebro e melhora a saúde em diversos aspectos.

Quer saber como? Leia o texto comigo até o final, pois quero te explicar como a leitura ajuda a estimular o cérebro e 4 benefícios desse hábito.

Neste conteúdo você verá:

  • Breve história da leitura;
  • Dados sobre a leitura no Brasil e no mundo;
  • Como a leitura ajuda a estimular o cérebro?;
  • 4 benefícios da leitura;
  • Você sabia?

Breve história da leitura

Com um número cada vez maior de livrarias e a facilidade oferecidas pelos e-books e dispositivos digitais, o que vou te contar pode parecer mentira, mas você sabia que a prática da leitura já foi proibida?

Na Idade Média, a grande maioria dos livros ficavam sob o domínio dos monges, os quais faziam cópias manuais das obras em um espaço conhecido como scriptorium — espaço em que os manuscritos eram escritos.

O fato de ficarem restritos a esse grupo, além da dinâmica manual de cópias, dificultava o acesso à leitura para a população.

Mas a invenção de Johannes Gutenberg mudou para sempre os rumos do livro… Isso porque esse importante inventor alemão desenvolveu uma prensa móvel, a qual consistia basicamente em caracteres esculpidos em pequenos blocos metálicos em relevo, que eram transpostos para as folhas ou tecidos dos livros.

Terminada uma página, os caracteres, ou letras, eram reorganizados para compor a próxima página. 

Pode parecer muito rudimentar, mas para a dinâmica vigente antes da prensa móvel, essa invenção foi considerada muito tecnológica e possibilitou que o processo de produção e cópia dos livros fosse mais otimizado e rápido.

Legal, né?

Dados sobre a leitura o Brasil e no mundo

Embora seja uma atividade importante, a leitura no Brasil ainda caminha a passos curtos. Isso porque a média de livros anual por habitante é de 4,96 livros lidos, sendo que dessa quantidade apenas 2,43 foram lidos até o final.

A falta de tempo e a dificuldade na leitura foram uma das razões listadas pelos brasileiros.

Mas isso precisa mudar por diversas razões, a começar pelo fato de que a leitura impacta em provas e exames.

Vou te explicar melhor: O PISA (Programa internacional de Avaliação de alunos), uma instituição que avalia o desempenho de estudantes entre 15 e 16 anos de mais de 70 países mostrou que 50% dos brasileiros possuem nível 1 em leitura (numa escala de 1 a 6, na qual 1 é o pior resultado).

Os pesquisadores também puderam observar que em países onde o hábito da leitura é maior, como a Finlândia, que tem uma taxa média anual de leitura de 14 livros por habitantes e o Canadá, com média anual de 10 livros,  são líderes no ranking de pontuação de leitura.

Se você ainda não se convenceu de que a leitura é muito importante, não tem problema, porque o que não faltam são motivos, e eu separei alguns pra te convencer ainda mais!

Continue a leitura até o final, hein?

Como a leitura ajuda a estimular o cérebro?

Do ponto de vista cognitivo, a leitura é um dos exercícios mais completos de todos os exercícios intelectuais.

Isso porque quando lemos precisamos juntar as vogais e consoantes para entendermos o que está escrito e realizar a interpretação e o sentido das frases. Fazemos isso numa velocidade tão grande que nem nos damos conta.

Ao iniciar uma leitura, o cérebro passa a receber uma série de estímulos que não acontecem em nenhuma outra atividade e novas sinapses acontecem em regiões bem distintas como, por exemplo, em regiões ligadas à visão quando lemos um livro que estimula a imaginação.

Para evidenciar ainda mais isso, vou te falar uma frase que, com certeza, vai evocar suas percepções ligadas ao paladar e olfato:

‘Na travessa tinham pedaços cortados de abacaxi, bem geladinhos, mas que não foram experimentados pois o pote de vidro caiu no chão e se quebrou.’

Além de ter que associar todas as letras e formar palavras que, por sua vez, formam frases, nosso cérebro, ao mesmo tempo, ativa emoções sensoriais ligadas ao paladar (tenho certeza de que você sentiu água na boca por lembrar do gostinho do abacaxi!) e à audição, podemos quase que escutar o barulho de uma travessa de vidro partindo-se em pedaços no chão, não é mesmo?

Imagina a quantidade de sinapses formadas quando tudo isso acontece durante a leitura de um livro de ficção!

Durante a leitura também ocorre a ativação de importantes processos mentais como a percepção, memória e raciocínio.

Agora que você já entendeu como a leitura ajuda a estimular o cérebro, vamos ver quais são os benefícios dessa atividade:

4 benefícios da leitura

Estimula a criatividade

Nesse sentido, quando lemos um livro que conta uma história por meio de elementos narrativos (como enredo, marcas temporais e personagens), nosso cérebro processa essas informações como se estivéssemos vivendo realmente aquela situação.

O contato com outras realidades e conhecimento de novos personagens faz com que nos tornemos mais criativos e aptos a aceitar novas realidades.

Amplia o repertório de vocabulário

Além de todos os benefícios para o cérebro, a leitura ajuda a de desenvolver as capacidades ligadas ao aprendizado pois amplia nosso vocabulário, nos faz relembrar regras de ortografia e gramaticais, favorece a melhora da escrita e auxilia no desenvolvimento do nosso senso crítico.

Diminui as chances de desenvolver doenças neurodegenerativas

Dá pra acreditar que, além de tudo isso, o estímulo por meio da leitura é capaz de atrasar os sintomas das doenças neurodegenerativas?

É o que diz um estudo de 2013 publicado pelo jornal Neurology, pois quando lemos melhoramos o funcionamento cerebral, contribuindo para retardar sintomas de doenças como Alzheimer e Parkinson.

Ler relaxa

Se além de tudo isso você ainda quer relaxar, a leitura também tem esse poder.

Conforme um estudo feito pela Universidade Sussex em 2009, que demonstrou que apenas 6 minutos de leitura diminuiu em até 68% os níveis de estresse, já que os participantes tiveram baixa na frequência cardíaca e alívio de tensões musculares.

A leitura possui benefícios terapêuticos…

Existe uma ciência que faz uso dos livros para ajudar pessoas que sofrem de doenças mentais ou são emocionalmente comprometidas.

A biblioterapia, também conhecida como terapia por meio dos livros, já era vista com bons olhos nas civilizações antigas para a cura de enfermidades. Nos dias atuais ampliou-se o leque de possibilidades e essa técnica é largamente utilizada para depressão, dependência, traumas e ansiedade.

Como você pôde notar, o que não falta é motivo para ler! Seja o livro físico ou  digital — neste contéudo falamos bastante sobre leitura também, e as diferenças entre a leitura física e digital —, você vai melhorar tanto sua saúde cognitiva quanto o seu bem-estar.

E aí, bora ler?

Compartilhar este artigo

Gostou desse conteúdo? Deixe um comentário ;)

  • Visualizar os 20 comentários

20 comentários para "4 benefícios da leitura para o cérebro"

Faça um comentário

  • Edna Santos disse:

    Perfeito! Ler faz muito bem fisica e emocionalmente. Muito obrigada pelo artigo! Abraços.

  • Deisi Maria Marques Villas Boas disse:

    Adoro ler. É uma das coisas que mais fiz durante toda minha vida (75 anos). No momento estou lendo “A Letra Escarlate” de Nathaniel Hawthorne. Edição primorosa em Português e Inglês do Clube de Literatura Clássica.

  • Leda Baleche disse:

    Adoro ler e concordo plenamente com tudo que foi dito e, no momento, estou lenda um livro fantástico da Lucinda Riley , as Sete Irmas, sete volumes com entrelaces de várias histórias de várias pessoas em variadas eras e tempo, mesclando tanto passado, como presente e futuro. Imperdível.

  • Olá!
    Importante este estímulo à leitura. Estou criando exatamente um grupo de amigos /as para leitura de livros e poesias e nos encontrarmos virtualmente para análise e troca de ideias sobre o assunto. Um momento de descontração e ao mesmo tempo estimulação cognitiva. Estamos em processo de escolha dos livros e leituras que sejam do gosto do grupo e animação é o que não falta. Que mais pessoas possam também aderir à ideia! Abraços.

  • JOSÉ PITAS disse:

    Este artigo me convenceu e motivou a fazer leituras constantes. Sabia que era bom. Mas o artigo me convenceu de que é melhor.

  • José B. Leandro disse:

    Oi, Marcela. Nao costumo abrir msg de desconhecidos. Até que, por engano, li algo seu sobre o cérebro. Desde então, não perco nada que venha de você. Você é maravilhosa. Por favor: continue
    Agora, uma pergunta: qual a sua relação com o SUPERA? Obrigado por tudo, parabéns 8 e um forte abraço.
    Leandro

    1. Marcela Teodoro disse:

      Oi, José! Tudo bem?

      Que bacana! Fico muito feliz que você tenha começado a interagir com os conteúdos do SUPERA por meio dos e-mails que te envio! Espero que você esteja aproveitando bastante as informações =)

      Ah, eu sou redatora aqui. É minha tarefa enviar e-mails para a nossa base, produzir e editar conteúdos para os nossos sites e ficar sempre de olho em tudo o que é relacionado aos materiais escritos que utilizamos nas comunicações online e offline! Então, com certeza, você ainda receberá muitos e-mails meus.

      Agradeço demais o carinho! Continue nos acompanhando! Um abraço.

  • Maria de Fatima Evangelista Mendonça Lina disse:

    Concordo, a leitura é extremamente importante para o cérebro e para a saúde mental, seja do ponto de vista preventivo, seja do ponto de vista curativo.

  • Rosa Maria disse:

    Adoro ler. E’ meu passatempo predileto.

  • Jussara Helena Oliveira Lopes disse:

    Já sou aluna
    Estou a começar a Ler:
    Uma Carta de Bezerra Menezes.

  • LUIZA CRISTINA M. CASTELO BRANCO disse:

    JÁ LI MUITO, ANTERIORMENTE. HOJE COM 69 ANOS NÃO TENHO MUITA CORAGEM, SE BEM QUE ESTOU APOSENTADA E ME OCUPO COM VARIAS COISAS. VOU TENTAR REINICIAR A LER.

  • Mara Tania Meirelles disse:

    Achei ótimo este artigo, me esclareceu alguns detalhes que eu não havia me dado conta.

  • Carnem Enlucia da Costa disse:

    Gostei muito Devoro até 2 livros por semana Amo ler e escrever. Peguei esse hábito quando estudava e os professores mandavam ler romances.Foi um tempo muito bom .
    Escrever tb peguei o hábito com um professor que mandava escrevermos diários é uma vez por semana éramos escolhidos pra ler.Como eu gostava o professor sempre pedia pra eu ler o meu em voz alta.Isso foi ótimo tb pra minha desinibição.

  • Maria Perpétua de Oliveira lima disse:

    Aprendi valorizar a leitura através do primeiro emprego. Meu chefe dizia que conhecia o mundo devido a leitura. Isso foi bastante estimulador para mim.

  • Suely disse:

    A leitura nos leva a lugares inimagináveis! Viajamos através dela.
    A leitura ajudou muitas pessoas a sobreviver, a criar esperanças em momentos em que tudo parecia perdido como por ocasião das guerras. Sobretudo 2a guerra mundial com o arraso causado aos judeus pelos nazistas .
    “ A menina que roubava livros” conta de modo emocionante sobre a resistência de uma garota. Catava livros que resistiam ao fogo nas praças na Alemanha.
    O “ nome da rosa” que conta sobre mortes misteriosas de monges, que nada mais eram, resultado da leitura escondida em livros contaminados pelo dedo úmido, utilizado para passar as páginas.
    E tantos outros que nos levam pelos olhos e imaginação a tantos lugares. Nos acalentam, nos fazem sonhar, nos ensinam, nos assustam, nos fazem rir, nos fazem chorar…
    Esta semana recebi indicação do livro “ Humanidade”, não lembro o nome do autor.

  • Mário Sérgio disse:

    A leitura realmente é algo que deveria ser mais difundido e de acesso fácil a todos

  • Silvia Regina Ferreira Rodrigues disse:

    Gostaria que o SUPERA fizesse momento de leitura, ou melhor, colocasse um livro para leitura e depois abrisse com os alunos momento de reflexão do livro proposto. Como atividade do curso, uma vez que como explicado acima trás muito benefícios. Segue a sugestão. EU ADORARIA.

  • Evani Maria Freire Victor disse:

    Gostei muito. Adoro ler. no momento estou lendo :As 9 leis inegociáveis da vida – Marcel Scalcko

  • Felipe WILLIAM de Oliveira disse:

    Sou um aluno Supera e não vou deixar de agradecer por mais um exemplo para a minha estimulação cognitiva. Sou muito SUPERA

  • Roberto Augusto Magalhaes disse:

    Adorei o artigo! Que venham mais artigos sobre esse órgão que é nosso cérebro e tão complexo!

SUPERA PRESENCIAL

O Supera Ginástica para o Cérebro é voltado para todas as pessoas a partir de 5 anos, sem limite de idade. O curso potencializa a capacidade cognitiva aumentando a criatividade, concentração, foco, raciocínio lógico, segurança, autoestima, perseverança, disciplina e coordenação motora. As aulas, ministradas uma vez por semana com duração de duas horas, são dinâmicas e contagiantes, com atividades que agradam todo tipo de público.

SUPERA para escolas Método de estimulação cognitiva

Exclusivo para Instituições de Ensino. O SUPERA é a mais avançada ferramenta pedagógica de estimulação cognitiva e, portanto, representa um grande diferencial para sua instituição de ensino. Além de ser um excelente recurso de marketing, o método melhora o desempenho dos alunos e eleva os índices de aprovação da sua escola.

Franquia SUPERAEmpreenda em Educação

Criado em 2006, o SUPERA é hoje a maior rede de escola de ginástica para o cérebro do Brasil. Em um ano de operação, entrou para o sistema de franquias e hoje já possui 400 unidades no país. O curso, baseado em uma metodologia exclusiva e inovadora, alia neurociência e educação. Se você tem interesse em empreender nesta área, deixe seu cadastro em nosso site.