Saúde mental: 4 dicas que vão te ajudar a manter sua mente em equilíbrio

Publicado em: 11/01/2021 Por Marcela Teodoro

Nos últimos tempos, um assunto que ficou em evidência foi saúde mental. Cuidar do corpo e da mente é crucial para manter uma rotina sadia e garantir bem estar para cumprir as tarefas do dia a dia, bem como manter diferentes aspectos da saúde em dia.

Neste conteúdo, vamos falar um pouco mais sobre o que é saúde mental, qual a diferença sobre transtorno mental e saúde mental e, ainda, algumas dicas para que você cuide da saúde da sua mente para viver dias cada vez melhores e ter uma vida saudável e longeva.

Aqui você vai ver:

  • O que é saúde mental;
  • A diferença entre transtorno mental e saúde mental;
  • A importância de cuidar da saúde mental;
  • 4 dicas para cuidar da sua mente.

Continue a leitura!

O que é saúde mental?

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), saúde mental significa “um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não apenas a mera ausência de doença ou enfermidade”, e ela está diretamente relacionada com as reações das pessoas às diferentes situações vividas no dia a dia, isto é, a forma com que elas reagem às circunstâncias em que são expostas.

Todas as pessoas passam por situações e vivem emoções todos os dias, seja felicidade, raiva, ansiedade, tensão, prazer… E é exatamente a forma como lidamos com essas questões que define o estado da nossa saúde mental.

De acordo com o psicólogo e professor Pedro Augusto Cruz em entrevista para o G1, “o conceito de saúde está ligado ao bem-estar e às múltiplas dimensões da nossa existência. Assim, em relação à saúde da mente, acredito que esteja relacionada ao uso sadio de nossas faculdades mentais, de modo que não se encontrem em estado de passividade e nem de sobrecarga”.

É possível dizer que uma boa saúde mental está ligada à capacidade de lidar com essas situações de uma forma não nociva, possibilitando a resolução de diferentes questões de uma forma harmoniosa e positiva, agindo de modo a não deixar que impactos negativos sejam sentidos o tempo todo.

Nos dias atuais, com tantas informações ao mesmo tempo, com uma rotina cada vez mais multitarefa, as questões sociais, a intensa rotina de trabalho e cobranças são capazes de afligir muito as pessoas, ainda que em diferentes níveis. É preciso ficar ainda mais atento com a saúde da mente para evitar níveis extremos de exaustão ou o surgimento de outros transtornos que acabam impactando negativamente na vida das pessoas.

Transtorno mental x saúde mental

É comum as pessoas confundirem os termos, e por isso é importante frisar a diferença entre eles.

Os transtornos mentais são relacionados às patologias que acometem as faculdades mentais das pessoas e que podem ser diagnosticadas. Elas possuem uma série de sintomas a serem analisados, que geralmente seguem um padrão já existente, e podem ser tratados com as medidas adequadas por meio da orientação de profissionais qualificados.

A saúde mental, por sua vez, como já foi explicitada brevemente acima, tem relação com as emoções, a forma de lidar nos relacionamentos interpessoais, os processos de comunicação e aprendizagem, bem como a capacidade de autoestima das pessoas; e ela pode ser analisada de acordo com a qualidade das atividades que a pessoa desempenha em seu cotidiano, pela forma como ela lida com suas relações interpessoais e consigo mesmo, além da capacidade de se adequar às diferentes situações e contextos do dia a dia.

É importante frisar que as doenças mentais precisam ser tratadas com profissionais qualificados. Muitas pessoas têm preconceito em falar sobre o assunto e, também, se abrir para buscar os tratamentos indicados. Cuidar da saúde mental, bem como tratar os transtornos mentais, é garantir uma qualidade de vida melhor e mais sadia, pois a mente tem interferência direta nos comportamentos que as pessoas têm, bem como no desempenho das atividades que são executadas no dia a dia.

A importância de cuidar da saúde mental

­­­­Cuidar da saúde mental é zelar pela harmonia entre corpo e mente, então é ainda mais evidente a importância dela para garantir qualidade de vida, vitalidade e, também, prevenção de doenças – que podem ou não ser relacionadas às faculdades mentais.

Nos dias de hoje, as pessoas estão cada vez mais imersas em um mundo cheio de informações, telas e pessoas, o que pode ser muito positivo em diferentes aspectos, mas também pode despertar diferentes gatilhos negativos para a saúde da mente.

Neste contexto, o cuidado com a saúde mental se faz cada vez mais necessário. De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde, o Brasil lidera o ranking de ansiedade e depressão – que são relacionados à qualidade da saúde mental –, o que é um dado alarmante.

Diferentes causas são relacionadas ao bem estar da saúde mental: excesso de trabalho, questões sociais, qualidade das relações interpessoais e falta de autocuidado, por exemplo.

Isso tudo só demonstra a importância de, cada vez mais, encontrar subterfúgios para garantir uma boa qualidade de saúde para a mente e manter uma vida mais tranquila e menos estressante.

4 dicas para cuidar da sua mente

Quando falamos em saúde mental, é importante frisar que não existe uma receita pronta para evitar quaisquer situações desagradáveis e que podem impactar em diferentes aspectos da vida.

Cada pessoa reage às situações de uma forma, pois cada um tem uma personalidade, modo de enxergar o mundo e formas de se relacionar, portanto é bom lembrar que os cuidados com a saúde da mente – assim como do corpo – precisam ser estabelecidos de acordo com as características e necessidades de cada um.

A busca por tratamentos especializados e terapias é, em todo o caso, a melhor coisa a ser feita, porém é importante lembrar que existem alguns hábitos que auxiliam na manutenção de uma boa saúde e ajudam a prevenir diferentes transtornos.

Abaixo você pode conferir 4 dicas que podem te ajudar a prestar mais atenção na qualidade da sua saúde e oferecer mais motivação para que você, diariamente, consiga construir uma rotina saudável para a sua mente.

  1. Pratique o autocuidado

Entenda quem você é, busque se conhecer cada vez mais. Compreenda seus limites e busque fazer coisas que te ofereçam prazer e desenvolvimento pessoal. O autocuidado está muito relacionado à forma como você trata as suas próprias necessidades e prioridades, isto é, se cuidar diz respeito aos seus hábitos, às suas preferências e a tudo aquilo que, de uma forma ou de outra, te ajuda a se sentir em harmonia consigo mesmo.

Vale abraçar um hobby, tirar um tempo só para você – e tentar não pensar nas obrigações e cobranças externas – e se cercar de pessoas boas e positivas para a sua vida.

  • Distancie-se do que não te faz bem

Estar perto do que nos faz bem é muito importante para a manutenção da saúde da mente. Pessoas, coisas e ambientes positivos são fundamentais para proporcionar momentos de paz e tranquilidade.

Nos dias de hoje, as redes sociais são ferramentas muito importantes para se comunicar e descobrir coisas novas, mas é importante estabelecer limites. Já existem pesquisas que apontam a nocividade da alta exposição às redes sociais.

Cerque-se de referências que sejam positivas e enriquecedoras para a sua vida. Além disso, entenda que é importante ficar offline também e aproveitar sua vida fora das redes junto às pessoas que você gosta.

  • Não tenha medo de procurar ajuda

Se você sentir necessidade, não hesite em procurar ajuda especializada para receber apoio aos seus cuidados com a saúde mental. Infelizmente, ainda há muito preconceito e tabu com o tema, mas é preciso desmistificar essas questões e passar a enxergá-las de uma outra forma, pois só assim será possível encontrar um caminho harmonioso e equilibrado para ajudar na potencialização da qualidade de vida de muitas pessoas.

  • Busque manter corpo e mente em equilíbrio

Cuidar da saúde mental também é cuidar da saúde do corpo. A prática de exercícios físicos ajuda a liberar hormônios que favorecem o aumento da sensação de bem estar e felicidade; além disso, uma alimentação saudável também é capaz de manter regulados os níveis de hormônios que interferem na qualidade da saúde tanto do cérebro quanto da mente.

Dica bônus

Você sabia que o seu cérebro é o órgão mais potente do seu corpo, e que é a partir dele que seu corpo e mente reagem aos estímulos que você recebe diariamente?

Por isso, saber como mantê-lo sempre ativo e pronto para oferecer as respostas necessárias para o seu corpo e mente é muito importante também para manter a saúde mental.

Além de alimentos e exercícios físicos, que ajudam na potencialização da performance cerebral e ajudam na harmonia entre corpo e mente simultaneamente, pratique atividades que despertem o cérebro para novos desafios e o mantenha sempre disposto a reagir positivamente aos estímulos recebidos no dia a dia e na execução de diferentes tarefas.

Ler livros, assistir a filmes, conversar com pessoas, praticar esportes, fazer atividades que estimulem o pensamento cognitivo e o controle emocional são importantes tarefas a serem desempenhadas por quem quer manter um cérebro saudável e, consequentemente, um corpo e uma mente equilibrados.

Agora que você conheceu um pouco mais sobre o que é e qual a importância de cuidar da saúde mental, espero que você esteja pronto para iniciar – ou ainda mais motivado a continuar – sua jornada de cuidados com você e com os outros.

Compartilhar este artigo
  • LinkedIn
  • Share

Gostou desse conteúdo? Deixe um comentário ;)

  • Visualizar os 3 comentários

3 comentários para "Saúde mental: 4 dicas que vão te ajudar a manter sua mente em equilíbrio"

Faça um comentário

  • Janete Ajala de Medeiros disse:

    Ótima leitura acompanhada do marido e um bom chimarrão

  • Aloisia Barreto disse:

    Achei o conteúdo muito interessante.
    Me interesso pelo assunto é gostaria de continuar recebendo informações importantes como essa

  • Maria Teresinha de Carvalho disse:

    Excelente dicas, tem que colocar em prática Eu já coloco várias.

SUPERA PRESENCIAL

O Supera Ginástica para o Cérebro é voltado para todas as pessoas a partir de 5 anos, sem limite de idade. O curso potencializa a capacidade cognitiva aumentando a criatividade, concentração, foco, raciocínio lógico, segurança, autoestima, perseverança, disciplina e coordenação motora. As aulas, ministradas uma vez por semana com duração de duas horas, são dinâmicas e contagiantes, com atividades que agradam todo tipo de público.

SUPERA para escolas Método de estimulação cognitiva

Exclusivo para Instituições de Ensino. O SUPERA é a mais avançada ferramenta pedagógica de estimulação cognitiva e, portanto, representa um grande diferencial para sua instituição de ensino. Além de ser um excelente recurso de marketing, o método melhora o desempenho dos alunos e eleva os índices de aprovação da sua escola.

Franquia SUPERAEmpreenda em Educação

Criado em 2006, o SUPERA é hoje a maior rede de escola de ginástica para o cérebro do Brasil. Em um ano de operação, entrou para o sistema de franquias e hoje já possui 400 unidades no país. O curso, baseado em uma metodologia exclusiva e inovadora, alia neurociência e educação. Se você tem interesse em empreender nesta área, deixe seu cadastro em nosso site.