Como os jogos para idosos podem ser um aliado cognitivo?

Publicado em: 24/06/2022 Por Supera
jogos para idosos

Com o passar dos anos, existe uma tendência natural ao declínio cognitivo em idosos. Os motivos para isso variam desde o simples envelhecimento até doenças neurodegenerativas. De qualquer maneira, a queda na velocidade de raciocínio, as dificuldades de memória e os problemas de coordenação geral dos idosos podem ser atenuados com a estimulação adequada. Um exemplo são os jogos para idosos, sobre os quais falaremos neste post. Acompanhe!

O que são jogos cognitivos para idosos?

Jogos cognitivos para idosos são atividades que estimulam as potencialidades intelectuais com relação a raciocínio, memória, retenção de informações, criatividade, entre outros.

Tais jogos podem ser consagrados — como os de tabuleiro, as palavras-cruzadas e os quebra-cabeças — ou atividades organizadas por profissionais de gerontologia. Algumas, inclusive, podem integrar programas de ginástica para o cérebro.

Muitos desses jogos têm o objetivo de promover a socialização do idoso ao possibilitarem a interação em grupo.

Quais jogos cognitivos são indicados para idosos?

Confira uma lista com jogos para idosos que podem trazer muitos momentos de prazer e divertimento, ao mesmo tempo que trabalham a cognição.

Jogo da memória

Graças à simples dinâmica de formar pares entre as cartas viradas para baixo, uma das principais vantagens desses jogos é o estímulo à memória de curto prazo. Recorrer a esse tipo de memória pode ser um problema recorrente em idosos, que, muitas vezes, se lembram de fatos que aconteceram décadas atrás, mas têm dificuldade de reter informações recentes.

Xadrez e outros jogos de tabuleiro

O xadrez é um jogo altamente estratégico, que exige raciocínio lógico, a previsão de movimentos e memória. Por ser de grande complexidade, é um jogo ideal para idosos em busca de estimulação cerebral. 

Outros jogos de tabuleiro — como Ludo, Batalha Naval, Scrabble (palavras-cruzadas) e Monopólio — contribuem não apenas para evitar o declínio cognitivo, como favorecem as interações sociais, a criatividade, permitem momentos de lazer e diversão. Em alguns casos, estimulam a coordenação e a destreza manual.

Quebra-cabeça

Com o objetivo de esmiuçar aquele emaranhado de peças e criar uma grande imagem, o quebra-cabeça (puzzle, em inglês) é um ótimo recurso para estimulação cognitiva. O jogador precisa criar uma estratégia, planejar as etapas e ativar a percepção visual para encontrar as partes corretas. 

Tudo isso ajuda na resolução de problemas, memória, organização, persistência, capacidade de concentração e foco ― aspectos indispensáveis para o intelecto do idoso.

Sudoku

O sudoku é em uma tabela de 9×9, com números aparecendo em alguns dos quadrados. O objetivo é preencher os espaços que estão em branco com os números de 1 a 9 apenas uma vez a cada linha e coluna. Além disso, os números só podem aparecer uma vez em cada uma das 9 subgrades de 3×3.

Tornou-se um jogo popular para idosos porque treina a mente para usar habilidades de raciocínio lógico e dedutivo, enquanto ajuda a identificar padrões, preencher lacunas e reconhecer oportunidades. 

Como o SUPERA pode me ajudar?

O SUPERA – Ginástica para o cérebro possui mais de 20 jogos que trabalham habilidades específicas para diferentes faixas etárias. Em especial para os idosos, os jogos do SUPERA ajudam a melhorar a memória e o raciocínio, habilidades muito necessárias para garantir um envelhecimento mais saudável.

Além dos jogos para idosos, você também conta com o Método SUPERA, um programa completo de “ginástica para o cérebro”, desenvolvido com o auxílio de neurocientistas e pedagogos.

Baseado no conceito de neuroplasticidade ―isto é, a capacidade que nosso cérebro possui de mudar, mantendo e/ou aprimorando sua funcionalidade, em resposta tanto a demandas internas como a experiências externas ―, o SUPERA tem como pilares os princípios de novidade, variedade e desafio crescente. Os alunos participam de aulas semanais, nas quais interagem com as seguintes ferramentas:

  • ábaco — instrumento oriental para realização de cálculos;
  • apostilas temáticas com atividades focadas em criatividade e raciocínio;
  • jogos físicos e online, para se divertir e enriquecer a dinâmica do cérebro;
  • dinâmicas em grupo focadas no desenvolvimento de habilidades socioemocionais;
  • atividades neuróbicas, para manter o cérebro estimulado e em constante atividade.

O resultado é uma ampla estimulação do cérebro, de maneira harmoniosa, lúdica e interativa, em que os participantes colhem benefícios globais, tanto do ponto de vista cognitivo (memória, concentração, raciocínio etc.) quanto socioemocional (autonomia, autoestima, autoconfiança e socialização).

Os jogos para idosos são uma ferramenta poderosa para manter o cérebro ativo e evitar o declínio cognitivo. Quando o cérebro é estimulado da forma correta e de maneira dirigida, por meio da ginástica para o cérebro as potencialidades do nosso órgão mais importante são ainda mais estimuladas e os resultados aparecem de forma ainda mais satisfatória.

Não saia daqui sem conhecer o Método SUPERA. Agende uma aula grátis agora mesmo!

Compartilhar este artigo

Gostou desse conteúdo? Deixe um comentário ;)

  • Nenhum comentário ainda

Nenhum comentário para "Como os jogos para idosos podem ser um aliado cognitivo?"

Faça um comentário

SUPERA PRESENCIAL

O Supera Ginástica para o Cérebro é voltado para todas as pessoas a partir de 5 anos, sem limite de idade. O curso potencializa a capacidade cognitiva aumentando a criatividade, concentração, foco, raciocínio lógico, segurança, autoestima, perseverança, disciplina e coordenação motora. As aulas, ministradas uma vez por semana com duração de duas horas, são dinâmicas e contagiantes, com atividades que agradam todo tipo de público.

SUPERA para escolas Método de estimulação cognitiva

Exclusivo para Instituições de Ensino. O SUPERA é a mais avançada ferramenta pedagógica de estimulação cognitiva e, portanto, representa um grande diferencial para sua instituição de ensino. Além de ser um excelente recurso de marketing, o método melhora o desempenho dos alunos e eleva os índices de aprovação da sua escola.

Franquia SUPERAEmpreenda em Educação

Criado em 2006, o SUPERA é hoje a maior rede de escola de ginástica para o cérebro do Brasil. Em um ano de operação, entrou para o sistema de franquias e hoje já possui 400 unidades no país. O curso, baseado em uma metodologia exclusiva e inovadora, alia neurociência e educação. Se você tem interesse em empreender nesta área, deixe seu cadastro em nosso site.