A importância da socialização no processo de envelhecimento

Publicado em: 22/01/2019 por: Assessoria de Imprensa SUPERA

A importância da socialização no processo de envelhecimento - SUPERA - Ginástica para o Cérebro
As interações sociais são essenciais para garantir um processo de envelhecimento saudável ao público 60+

Os benefícios da manutenção de relações sociais, assim como a prática de atividades para um envelhecimento bem-sucedido são temas amplamente estudados nas pesquisas internacionais. A importância das interações sociais para a prevenção do declínio funcional e da capacidade mental tem sido descrita nos estudos científicos dos últimos anos.

As pesquisas têm apontado relações entre o maior convívio social com a queda de mortalidade, diminuição de riscos de morbidades, incapacidade, declínio cognitivo e sintomas depressivos para os idosos que tem um maior engajamento social.

Supera e você na Disney

Considera-se que indivíduos socialmente envolvidos tem maior acesso à informação e aos serviços de saúde. Assim, tendem a desenvolver hábitos de vida saudáveis como a prática de atividade física, alimentação saudável e adesão às medidas preventivas, como exames de detecção do câncer de mama, controle da pressão arterial e programas para cessação do tabagismo e do alcoolismo.

Esses comportamentos positivos previnem diversas doenças e problemas de saúde e ajudam a manter o indivíduo saudável por mais tempo e com melhor qualidade de vida.

Atividades Sociais

A participação em atividades sociais resulta em boa saúde emocional e afetiva. Sejam estas atividades religiosas, educativas e culturais ou de voluntariado. O voluntário, por exemplo, oferece aos idosos o que chamamos de identidade positiva e senso de propósito, aumentando assim a sua autoconfiança e a sua autoestima.

Ao participar das atividades sociais, os idosos retiram a atenção das suas preocupações, aumentando e intensificando suas relações. Adicionalmente, tornam os 60+ mais protegidos do isolamento social e da solidão, que são bastante comuns na velhice. Ou seja, estar engajado socialmente é uma forma de favorecer o aumento do significado de vida, melhorando assim a sua qualidade de vida para um envelhecimento significativo e bem-sucedido.

Dica para colocar em prática

Baseando-se no que foi discutido, a dica de hoje é encontrar na comunidade em que vive as condições e as oportunidades necessárias para estar ativo socialmente, valorizando a sua história de vida, as suas preferências e assim desfrutar de um processo de envelhecimento bem-sucedido.

Por isso, olhe ao seu redor, veja se há instituições, serviços, entidades que contenham atividades em que possa frequentar e assim preencher a sua rotina com estímulos e com interação social.

A importância da socialização no processo de envelhecimento - SUPERA - Ginástica para o Cérebro
Thais Bento Lima é gerontóloga e colunista do SUPERA Ginástica para o Cérebro

Assessoria de Imprensa SUPERA

Supera - Ginástica Cerebral, Pratique! Curso para todas as idades

Mantenha-se atualizado.
Assine nossa Newsletter

Posts Relacionados