Novembro azul: Os cuidados com a saúde do homem

Publicado em: 22/11/2023 Por Assessoria de Imprensa SUPERA

Cuidados com a saúde do homem, no mês de novembro – e para o ano todo.

A campanha, que teve início na Austrália em 2003 e chegou ao Brasil em 2008, pelo Instituto Lado a Lado pela Vida, em parceria com a Sociedade Brasileira de Urologia, apresenta como objetivo informar, educar e sensibilizar a população masculina e a sociedade como um todo sobre a importância dos cuidados com a saúde do homem.

O movimento Novembro Azul também apresenta o intuito de destacar a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata, bem como minimizar o estigma dos exames utilizados na detecção precoce de inúmeras doenças.

Indicadores de saúde pública sobre o câncer de próstata, diagnóstico e fatores de risco

O câncer de próstata é um dos principais focos do Novembro Azul, já que é o segundo tipo de câncer mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele não melanoma. A incidência é maior em homens com mais de 65 anos, sendo raro antes dos 40 anos. Por essa razão, os médicos consideram que a prevenção deve ter início nessa faixa etária, em torno dos 40 anos.

O Instituto Nacional do Câncer (INCA), estima mais de 70 mil novos casos de câncer de próstata, no Brasil, para o triênio 2023-2025. Este número representa 10,2% do total de novos casos de câncer esperados para o período.

Os cuidados com a saúde do homem

Esses dados ressaltam a relevância da campanha e da conscientização sobre a doença, uma vez que a detecção precoce é fundamental para o tratamento eficaz e a redução da mortalidade.

O exame de toque retal é o método mais recomendado para a detecção do câncer em estágio inicial, entretanto muitos homens apresentam preconceito contra esse método. Outro exame que pode ser usado para o diagnóstico é o PSA (Antígeno Prostático Específico), porém ele não é tão preciso quanto o toque retal.

No que concerne aos fatores que podem aumentar o risco de desenvolvimento do câncer de próstata, destacam-se:

  • Idade avançada: O risco de câncer de próstata aumenta significativamente à medida que os homens envelhecem, sendo mais comum em homens com mais de 65 anos;
  • Histórico familiar: Ter parentes próximos, como pai ou irmão, que tenham tido essa doença, aumenta a probabilidade de desenvolvê-la;
  • Obesidade: Estar acima do peso ou obeso está associado a um maior risco de ter a patologia, devido a fatores como inflamação, alterações hormonais e resistência à insulina;
  • Alimentação inadequada, rica em gorduras e carnes vermelhas: Dietas com alto teor de gorduras saturadas e carne vermelha estão ligadas a um aumento do risco de câncer de próstata, enquanto uma alimentação equilibrada com vegetais e fibras pode reduzir o risco;
  • Sedentarismo: A falta de atividade física regular pode contribuir para o desenvolvimento da doença, tornando o exercício uma medida importante para a prevenção;
  • Cor da pele: Embora menos compreendido, alguns estudos sugerem que a raça e a cor da pele podem desempenhar um papel na suscetibilidade ao câncer de próstata, com homens negros apresentando um risco estatisticamente maior.
Os cuidados com a saúde do homem

A importância dos cuidados com a saúde do homem e principais desafios

O Novembro Azul não se limita apenas ao câncer de próstata. Ele abrange uma série de questões relacionadas à saúde do homem, incluindo a prevenção de doenças cardiovasculares, a promoção da saúde mental e a importância de adotar um estilo de vida saudável. A sensibilização vai além do câncer, abrangendo temas como hipertensão, diabetes, obesidade, depressão, ansiedade, entre outros.

Desafios significativos estão associados à promoção da saúde masculina, como a resistência cultural que muitos homens têm em relação aos cuidados com a saúde. Muitos homens são relutantes em procurar ajuda médica, adiar exames preventivos e ignorar sintomas, o que pode levar a diagnósticos tardios e agravamento de doenças.

Além disso, questões de gênero e estereótipos masculinos que enfatizam a “força” e a “independência” muitas vezes influenciam negativamente o comportamento dos homens em relação à saúde.

A falta de informação também é um desafio, já que muitos homens não têm conhecimento sobre os riscos à saúde que enfrentam e as medidas preventivas que podem adotar. Portanto, é crucial que o Novembro Azul continue a educar e conscientizar a população masculina sobre a importância dos exames de rotina, da adoção de uma alimentação equilibrada, da prática regular de atividades físicas e do controle de fatores de risco para diversas doenças.

Os cuidados com a saúde do homem

Os benefícios dos cuidados com a saúde do homem são inquestionáveis. Além de aumentar a expectativa de vida e melhorar a qualidade de vida, a promoção da saúde masculina contribui para a redução dos custos com tratamento de doenças avançadas e hospitalizações. Isso beneficia não apenas os homens, mas também suas famílias e a sociedade como um todo.

Para obter mais informações sobre o Novembro Azul, o câncer de próstata e a saúde masculina, acesse o link abaixo e leia a cartilha “Novembro Azul – Juntos pela vida”, desenvolvida pela Defensoria do Estado do Rio Grande do Sul.

Conheça o SUPERA, agenda agora mesmo sua aula gratuita!

Assinam este texto:

Diana dos Santos Bacelar

Estudante de Graduação do curso de bacharelado em Gerontologia pela Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo. Atualmente faz estágio na área de pesquisa em treino cognitivo de longa duração pelo Instituto Supera de Educação. Tem interesse na área de treino e estimulação cognitiva para idosos, com enfoque em neurologia cognitiva. Já foi bolsista PUB da Universidade Aberta à Terceira Idade da EACH-USP, atual USP60 + nas oficinas de letramento digital.

Profa. Dra. Thais Bento Lima-Silva

Gerontóloga formada pela Universidade de São Paulo (USP). Docente do curso de Bacharelado e do Programa de Mestrado em Gerontologia da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo (EACH-USP), pesquisadora do Grupo de Neurologia Cognitiva e do Comportamento da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e diretora científica da Associação Brasileira de Gerontologia (ABG). Membro da diretoria da Associação Brasileira de Alzheimer- Regional São Paulo. É parceira científica do Instituto Supera de Educação.

Compartilhar este artigo
  • LinkedIn
  • Share

Gostou desse conteúdo? Deixe um comentário ;)

  • Nenhum comentário ainda

Nenhum comentário para "Novembro azul: Os cuidados com a saúde do homem"

Faça um comentário

SUPERA PRESENCIAL

O Supera Ginástica para o Cérebro é voltado para todas as pessoas a partir de 5 anos, sem limite de idade. O curso potencializa a capacidade cognitiva aumentando a criatividade, concentração, foco, raciocínio lógico, segurança, autoestima, perseverança, disciplina e coordenação motora. As aulas, ministradas uma vez por semana com duração de duas horas, são dinâmicas e contagiantes, com atividades que agradam todo tipo de público.

SUPERA para escolas Método de estimulação cognitiva

Exclusivo para Instituições de Ensino. O SUPERA é a mais avançada ferramenta pedagógica de estimulação cognitiva e, portanto, representa um grande diferencial para sua instituição de ensino. Além de ser um excelente recurso de marketing, o método melhora o desempenho dos alunos e eleva os índices de aprovação da sua escola.

Franquia SUPERAEmpreenda em Educação

Criado em 2006, o SUPERA é hoje a maior rede de escola de ginástica para o cérebro do Brasil. Em um ano de operação, entrou para o sistema de franquias e hoje já possui 400 unidades no país. O curso, baseado em uma metodologia exclusiva e inovadora, alia neurociência e educação. Se você tem interesse em empreender nesta área, deixe seu cadastro em nosso site.