Dicas para ter autoconfiança no processo de memorização

Publicado em: 07/11/2018 por: Assessoria de Imprensa SUPERA

Dicas para ter autoconfiança no processo de memorização - SUPERA - Ginástica para o Cérebro

Confira algumas dicas essenciais para trabalharmos nossa autoconfiança e fortalecer nosso processo de memorização

Ter autoconfiança pode ser fundamental no processo de memorização; acreditar que somos capazes faz com que nosso cérebro se sinta mais confortável e apto a fazer associações e, consequentemente, ter uma boa memória.

O processo pode parecer difícil a princípio, mas pode se tornar divertido e prazeroso se preparamos e desafiamos nosso cérebro constantemente. Confira algumas dicas essenciais para trabalharmos nossa autoconfiança e fortalecer nosso processo de memorização:

  • Rejeite opiniões estereotipadas, principalmente se você já tem mais de 50 anos. Sabemos que é comum em nossa cultura associar a perda de memória à idade. Assim, é fundamental que para um bom processo de memorização, você rejeite essa visão negativa do envelhecimento e comece a observar os inúmeros exemplos de pessoas mais velhas que mantém um excelente desempenho de memória no decorrer dos seus anos de vida.
  • Preste mais atenção aos seus sucessos de memória. Diariamente, todos nós lembramos de uma quantidade enorme de informações, mas não damos importância a este fato. Os momentos de esquecimento são sempre mais marcantes. É importante fazer um esforço consciente para notar tudo o que conseguimos recordar. Já em situações de esquecimento, é vital avaliar de modo realista porque não conseguimos trazer a lembrança em nossa mente. Você prestou atenção na hora de gravar a informação? A informação é muito complexa e necessita ser estudada mais vezes? Antes de acusar a sua memória, é bom entender por quê a informação não estava disponível no momento em que você precisava.
  • Aprenda a desafiar a sua memória de modo lúdico e divertido. Procure atividades que envolvam desafios de memorização e procure observar se sua memória funcionará bem ou se terá dificuldades para lembrar a informação.
  • No dia-a-dia, por exemplo, tente memorizar alguns itens da sua lista de supermercado. Comece com poucos itens (4 ou 5 por exemplo), e a cada semana aumente o número a ser gravado. Você pode, inclusive, usar categorias. Por exemplo: “hoje eu vou lembrar de cabeça” somente os produtos de limpeza ou lembrar das carnes; ou memorizar somente dos itens que eu vou comprar que comecem com a letra C.
  • Em relação aos nomes de pessoas, tente aprender o nome de uma ou duas pessoas novas por semana. Faça uma associação entre as características físicas e o nome da pessoa.
  • Enfim, estimule a sua memória de modo lúdico, começando com pequenos desafios diários. Visite uma unidade da rede SUPERA, conheça o método de ensino da ginástica cerebral, faça os exercícios. Ao aumentar progressivamente a dificuldade das atividades, você irá observar seus sucessos de memorização e aumentar sua autoconfiança como memorizador.
Dicas para ter autoconfiança no processo de memorização - SUPERA - Ginástica para o Cérebro

Thais Bento Lima é gerontóloga e colunista do Blog do SUPERA Ginástica para o Cérebro

 

Supera e você na Disney

Assessoria de Imprensa SUPERA

Supera - Ginástica Cerebral, Pratique! Curso para todas as idades

Mantenha-se atualizado.
Assine nossa Newsletter

Posts Relacionados