Por que pessoas com mais reserva cognitiva tem respondido melhor à COVID-19?

Publicado em: 22/04/2021 | Última modificação em 27/04/2021 Por Assessoria de Imprensa SUPERA

A onda de contágio de COVID-19 levantou algumas incógnitas relacionadas à doença, como por exemplo o alto contágio entre jovens que, muitas vezes, chegam a ser internados já em um estágio avançado da doença.

Por que pessoas com mais reserva cognitiva tem respondido melhor à COVID-19? - SUPERA - Ginástica para o Cérebro

Por outro lado, inúmeros são os casos de pessoas mais velhas – público que acreditava-se ser o mais vulnerável a doença no início da pandemia, que conseguem se recuperar  muitas vezes sem apresentar sintomas graves.

Mas afinal: o que leva a doença grave como a COVID-19 a atingir em cheio pessoas mais jovens e em menor gravidade pessoas mais velhas, que em tese estariam mais propensas à doença?

A resposta pode estar na capacidade dos acometidos em responder ao vírus, seja pela sua condição física, mas sobretudo pela sua reserva cognitiva.

Por que pessoas com mais reserva cognitiva tem respondido melhor à COVID-19? - SUPERA - Ginástica para o Cérebro

Segundo o médico neurointensivista Marco Paulo Nanci, que atua na linha de frente no atendimento a pacientes graves de COVID-19 em Taubaté (SP) e São Paulo, pacientes em estado grave têm respondido melhor a doença quando possuem algum tipo de reserva cognitiva.  

Por que pessoas com mais reserva cognitiva tem respondido melhor à COVID-19? - SUPERA - Ginástica para o Cérebro

“Pessoas com maior ativação cerebral e que, ao longo da vida, desenvolveram mais conexões, estão mais bem preparadas para enfrentar uma possível infecção pelo vírus e, consequentemente, respondem melhor à recuperação. Então, quanto mais bem preparado estiver o cérebro, mais estimulado for ao longo da vida, mais sinapses acontecem. E quanto mais sinapses os pacientes têm, melhor é a resposta quando há infecção”, explicou o médico.

Como fortalecer a reserva cognitiva?

Ainda difícil de ser mensurado, o conceito de reserva cognitiva pode ser facilmente compreendido quando fazemos uma analogia com o conceito de poupança.

Nosso cérebro realiza conexões ao longo da vida por meio dos estímulos certos que proporcionamos a ele.

Por que pessoas com mais reserva cognitiva tem respondido melhor à COVID-19? - SUPERA - Ginástica para o Cérebro

Desta forma, quando ele é acionado, consegue responder de forma adequada porque fez boas conexões.

“Imagine o cérebro como uma floresta bem densa, com muitos, muitos caminhos. Esta rede de incontáveis caminhos é como uma circuitaria cerebral. Quanto mais forte, mais robusta esta circuitaria cerebral mais protegido e resistente é o nosso cérebro. A ginástica para o cérebro funciona como uma cápsula de neuroproteção”, explicou Patrícia Lessa, Diretora Pedagógica do SUPERA. 

Cérebro jovem X cérebro mais velho

Quando falamos de cérebro, estamos considerando ainda outro conceito científico importante, o da neuroplasticidade, ou seja, a capacidade que o cérebro tem de se modificar de acordo com estímulos adequados.

Este conceito sustenta a importância de exercitar o cérebro por toda a vida. Ou seja, estimular o cérebro com atividades novas, variadas e cada vez mais desafiadoras, ajuda o cérebro a se reorganizar conforme vivenciamos estas atividades.

Por que pessoas com mais reserva cognitiva tem respondido melhor à COVID-19? - SUPERA - Ginástica para o Cérebro

“Atividades para o cérebro são traduzidas como estímulos. Então é por meio dos estímulos organizados da ginástica para o cérebro do SUPERA que ele é capaz de criar e restabelecer conexões neurais e melhorar seu desempenho. A pandemia de COVID-19 explicitou a importância de manter a mente sempre saudável e o quanto negligenciamos isso ao longo da vida. Não há idade para começar a exercitar o seu cérebro e usufruir o melhor dele”, concluiu Patrícia.

Compartilhar este artigo
  • LinkedIn
  • Share

Gostou desse conteúdo? Deixe um comentário ;)

  • Visualizar os 6 comentários

6 comentários para "Por que pessoas com mais reserva cognitiva tem respondido melhor à COVID-19?"

Faça um comentário

SUPERA PRESENCIAL

O Supera Ginástica para o Cérebro é voltado para todas as pessoas a partir de 5 anos, sem limite de idade. O curso potencializa a capacidade cognitiva aumentando a criatividade, concentração, foco, raciocínio lógico, segurança, autoestima, perseverança, disciplina e coordenação motora. As aulas, ministradas uma vez por semana com duração de duas horas, são dinâmicas e contagiantes, com atividades que agradam todo tipo de público.

SUPERA para escolas Método de estimulação cognitiva

Exclusivo para Instituições de Ensino. O SUPERA é a mais avançada ferramenta pedagógica de estimulação cognitiva e, portanto, representa um grande diferencial para sua instituição de ensino. Além de ser um excelente recurso de marketing, o método melhora o desempenho dos alunos e eleva os índices de aprovação da sua escola.

Franquia SUPERAEmpreenda em Educação

Criado em 2006, o SUPERA é hoje a maior rede de escola de ginástica para o cérebro do Brasil. Em um ano de operação, entrou para o sistema de franquias e hoje já possui 400 unidades no país. O curso, baseado em uma metodologia exclusiva e inovadora, alia neurociência e educação. Se você tem interesse em empreender nesta área, deixe seu cadastro em nosso site.