Conheça os tipos de memória e suas funções

Publicado em: 12/04/2019 Por Assessoria de Imprensa SUPERA

O que significa memória para você? Para a neurociência, trata-se de toda informação que pode ser armazenada nos circuitos neurais e que tem influência no funcionamento do cérebro depois de ter sido “fixada” na mente. Mas, o que é possível fazer para mantê-la ativa e saudável?

Conheça os tipos de memória e suas funções - SUPERA - Ginástica para o Cérebro
O Método SUPERA exercita diversas habilidades; entre elas, o desempenho da memória. Conheça os diversos tipos de memória existentes e suas funções.

Além de adotar hábitos de vida saudáveis, como ter boas noites de sono, alimentação saudável, interação intelectual e interação social, é importante exercitar o cérebro para que ele se mantenha sempre ativo e tenha boa performance não apenas em relação à memória, mas em outras habilidades cognitivas, como concentração, raciocínio e criatividade.

2019Supera e você na Disney

“Quando tiramos o cérebro da zona de conforto, nós criamos novas conexões entre os neurônios, fazendo com que ele fique mais forte e tenha boa performance. Isso é possível graças à neuroplasticidade cerebral, conceito comprovado pela neurociência de que o cérebro pode se modificar de acordo com estímulos”, explica Solange Jacob, Diretora Acadêmica do SUPERA Ginástica para o Cérebro.

Ela complementa dizendo ainda que a memória pode ser categorizada, de forma que você requisita tipos diferentes dela para andar de bicicleta ou lembrar-se de nomes. Cada memória realiza um tipo diferente de função no cérebro humano e todas podem ser desenvolvidas com exercícios que demandem novidade, variedade e desafio crescente, pilares da ginástica para o cérebro.

“Para que consigamos melhorar a memória, é necessário estimular o cérebro como um todo, de maneira integrada e harmoniosa. Exercícios específicos para a memória podem ajudar, mas não funcionam ‘sozinhos’”, conta Solange.

Confira os tipos de memória:  

Memória de curto prazo :
Este tipo de memória é a que retém a informação por menos tempo, até que ela seja esquecida ou guardada. Pode ser categorizada em:

Memória imediata :

Retém a informação logo que é recebida. Um exemplo é quando somos apresentados ao nome de uma pessoa que acabamos de conhecer.

Memória de trabalho :

Embora muitos pesquisadores a identifiquem como sinônimo de “memória de curta duração”, este conceito é muito simplista. A memória de trabalho é um sistema de multicomponentes, com capacidade limitada, relacionada à manutenção temporária e processamento da informação durante a realização de tarefas diversas.

Quer um exemplo prático de memória de trabalho?  Nós a utilizamos em cálculos mentais, por exemplo, quando executemos um conjunto de operações mentais simultaneamente. Ao fazer a multiplicação 73×73, para que possamos chegar ao resultado correto, devemos realizar várias manipulações com os números em ordem e ao mesmo tempo armazenar resultados parciais.

Memória de longo prazo:

A memória de longo prazo é a que retêm recordações de episódios e fatos da nossa vida. São elas:

Declarativa :

São as lembranças que fazem parte dos fatos que você consegue contar. As perdas de memórias declarativas são comuns durante o envelhecimento e podem estar relacionadas ao fato de dar menos atenção aos fatos corriqueiros. Ao mesmo tempo, podem estar associadas a doenças como estresse crônico, depressão ou mesmo as temidas demências, como o Mal de Alzheimer.

Não-declarativas :

São memórias que não podem ser contadas ou ensinadas oralmente. Um bom exemplo disso é aprender a dirigir. Apesar da teoria, você só vai aprender se experimentar até que consiga realizar a atividade.

Semântica:

Envolve os conhecimentos organizadores do mundo, por exemplo, lembramo-nos do dia que o Brasil foi descoberto e quem o descobriu.

Episódica:

É a memória autobiográfica e envolve os acontecimentos da vida de uma pessoa, por exemplo, lembrar da sua formatura, do dia do casamento, da entrevista de emprego.

Isabella Rabelo – Comunicação Método SUPERA

Compartilhar este artigo
  • LinkedIn
  • Share

Gostou desse conteúdo? Deixe um comentário ;)

  • Visualizar os 18 comentários

18 comentários para "Conheça os tipos de memória e suas funções"

Faça um comentário

SUPERA PRESENCIAL

O Supera Ginástica para o Cérebro é voltado para todas as pessoas a partir de 5 anos, sem limite de idade. O curso potencializa a capacidade cognitiva aumentando a criatividade, concentração, foco, raciocínio lógico, segurança, autoestima, perseverança, disciplina e coordenação motora. As aulas, ministradas uma vez por semana com duração de duas horas, são dinâmicas e contagiantes, com atividades que agradam todo tipo de público.

SUPERA para escolas Método de estimulação cognitiva

Exclusivo para Instituições de Ensino. O SUPERA é a mais avançada ferramenta pedagógica de estimulação cognitiva e, portanto, representa um grande diferencial para sua instituição de ensino. Além de ser um excelente recurso de marketing, o método melhora o desempenho dos alunos e eleva os índices de aprovação da sua escola.

Franquia SUPERAEmpreenda em Educação

Criado em 2006, o SUPERA é hoje a maior rede de escola de ginástica para o cérebro do Brasil. Em um ano de operação, entrou para o sistema de franquias e hoje já possui 400 unidades no país. O curso, baseado em uma metodologia exclusiva e inovadora, alia neurociência e educação. Se você tem interesse em empreender nesta área, deixe seu cadastro em nosso site.