O cérebro e a dislexia
Saúde mental ajuda a aprender

Publicado em: 03/06/2013 Por Assessoria de Imprensa SUPERA

O cérebro e a dislexia <br/> Saúde mental ajuda a aprender - SUPERA - Ginástica para o Cérebro
Dr. Renato Mello - Supera Conselheiro Lafaiete Dr. Renato Melo é neuropediatra e diretor do Supera Conselheiro Lafaiete

2013Supera e você na Disney

A dislexia é um transtorno de aprendizagem da leitura, com consequente prejuízo da escrita, que compromete a saúde mental de crianças e adultos. O portador apresenta dificuldade na decodificação dos símbolos gráficos que representam as letras e, assim, apresenta uma leitura pausada, silabada, com déficit significativo da interpretação e do rendimento escolar. Pesquisas realizadas em vários países mostram que de 10% a 15% da população mundial é disléxica.

Ao contrário do que muitos pensam, a dislexia não é o resultado de má alfabetização, desatenção, desmotivação, condição socioeconômica desfavorável ou baixa inteligência. Ela representa uma condição neurológica hereditária. Os indivíduos com dislexia apresentam visão e inteligência normais, mas evoluem com: dificuldades com a leitura e a escrita (disortografia – escrita com erros ortográficos), com a memória de curto prazo e com a organização espacial, dificuldades de lateralidade (entre direita e esquerda) e de executar sequências de tarefas complexas, compreender textos escritos e aprender uma segunda língua.

Em alguns casos, a dislexia pode ser associada ao TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade) e a outros transtornos de aprendizagem como a discalculia (dificuldade com a matemática, sobretudo na assimilação de símbolos, e de decorar tabuada).

A dislexia causa grande impacto social e na saúde mental mundial. Esse distúrbio deve ser diagnosticado por uma equipe multidisciplinar (psicopedagogia, neuropediatria, fonoaudiologia, psicologia), com um acompanhamento efetivo das dificuldades, direcionado às particularidades do indivíduo, levando a resultados mais concretos. A parceria entre escola e família é fundamental para uma evolução positiva.

O Supera Ginástica para o Cérebro desenvolve aspectos emocionais relacionados a baixa autoestima e ajuda seus alunos a vencerem desafios. Além disso, o material didático é bastante atrativo e adaptado para cada faixa etária. Com a estimulação cerebral, o curso desenvolve o raciocínio lógico (por exemplo, ábaco) propiciando uma melhor organização das ideias, habilidade motora, memória, coordenação óculo manual, orientação espacial, habilidades auditivas e visuais que são aspectos essenciais para uma boa evolução dos disléxicos.

Compartilhar este artigo
  • LinkedIn
  • Share

Gostou desse conteúdo? Deixe um comentário ;)

  • Nenhum comentário ainda

Nenhum comentário para "O cérebro e a dislexia
Saúde mental ajuda a aprender"

Faça um comentário

SUPERA PRESENCIAL

O Supera Ginástica para o Cérebro é voltado para todas as pessoas a partir de 5 anos, sem limite de idade. O curso potencializa a capacidade cognitiva aumentando a criatividade, concentração, foco, raciocínio lógico, segurança, autoestima, perseverança, disciplina e coordenação motora. As aulas, ministradas uma vez por semana com duração de duas horas, são dinâmicas e contagiantes, com atividades que agradam todo tipo de público.

SUPERA para escolas Método de estimulação cognitiva

Exclusivo para Instituições de Ensino. O SUPERA é a mais avançada ferramenta pedagógica de estimulação cognitiva e, portanto, representa um grande diferencial para sua instituição de ensino. Além de ser um excelente recurso de marketing, o método melhora o desempenho dos alunos e eleva os índices de aprovação da sua escola.

Franquia SUPERAEmpreenda em Educação

Criado em 2006, o SUPERA é hoje a maior rede de escola de ginástica para o cérebro do Brasil. Em um ano de operação, entrou para o sistema de franquias e hoje já possui 400 unidades no país. O curso, baseado em uma metodologia exclusiva e inovadora, alia neurociência e educação. Se você tem interesse em empreender nesta área, deixe seu cadastro em nosso site.