Como o uso de celulares pode agravar os sintomas de TDAH

Publicado em: 02/04/2019 por: Assessoria de Imprensa SUPERA

Crianças com TDAH apresentam dificuldades para limitar e monitorar o uso das tecnologias, veja como o uso de celular e outros aparelhos eletrônicos agrava os sintomas do TDAH.

criança sofre de tdah - atenção ao celular

O TDAH (transtorno do déficit de atenção com hiperatividade) é neurobiológico e tem causas genéticas. Desta forma, não é possível prevenir, apenas tratar os sintomas causados por esta condição.

Acompanhamento médico e com terapeutas é altamente recomendado para tratar os sintomas do déficit de atenção com hiperatividade.

Outros métodos também podem ser utilizados, como o Método SUPERA, que traz estimulação cognitiva e ginástica cerebral para os jovens. Desta forma, o processo de reabilitação fica ainda mais eficiente.

Estudos apresentados sobre déficit de atenção (TDAH)

Estudos realizados sobre o TDAH (transtorno do déficit de atenção com hiperatividade) mostram que o uso excessivo do celular desperta ainda mais os sintomas. Desta forma, jovens que ficam muito tempo com o aparelho ficam ainda mais hiperativos e distraídos.

Supera e você na Disney

Os estudos foram feitos por universidades dos Estados Unidos, da Inglaterra e da China. A conclusão de todos foi a mesma: o celular agrava os sintomas do TDAH.

Além disso, o celular isola as pessoas e reduz de forma perigosa o índice de interação social. Desta forma, em vez de estímulos à criatividade e ao cérebro, os jovens acabam sentindo tédio e utilizando pouco a capacidade cognitiva.

Sintomas do transtorno do déficit de atenção com hiperatividade

Os principais sintomas do TDAH são falta de atenção, inquietação e impulsividade. Em geral, o transtorno tende a aparecer durante a infância e pode acompanhar a pessoa durante toda a vida, em maior ou menor grau.

Em crianças e adolescentes, é possível observar o TDAH de forma mais enfática, pois os pacientes mexem os pés e as mãos, não conseguem ficar paradas quietas e sempre estão mexendo em alguma coisa.

Aproximadamente 40% dos adultos que apresentaram sintomas de TDAH quando crianças não os levam para a fase adulta. Os outros 60% podem ter dificuldade em organizar as atividades do cotidiano, sentir estresse ao assumir muitos compromissos e não conseguir dar conta de muitas tarefas ao mesmo tempo, em várias áreas da vida, como trabalho, estudos e relacionamentos.

Diagnóstico do TDAH

O diagnóstico do transtorno do déficit de atenção com hiperatividade deve ser feito por médicos devidamente habilitados. Estes profissionais são os únicos que podem indicar tratamentos e remédios.

Diversos testes são feitos para identificar se os sintomas são de TDAH ou de algum outro tipo de transtorno que também causa comportamentos semelhantes.

É imprescindível comparecer ao médico ou encaminhar seu filho (a) a um especialista antes de concluir que há possibilidade da existência do transtorno do déficit de atenção com hiperatividade.

Tratamento para o TDAH

O tratamento para o TDAH é indicado por diversos profissionais. Os médicos orientam, em alguns casos, o uso de medicamentos e o acompanhamento de psicoterapeutas.

Quando há caso de transtornos de fala e escrita, um fonoaudiólogo e indicado para tratar estes sintomas específicos. Pais e professores de crianças com transtorno do déficit de atenção com hiperatividade também devem ser orientados para aplicarem técnicas específicas de ensino.

Ginástica cerebral e estimulação cognitiva também contribuem para a regressão do transtorno do déficit de atenção com hiperatividade. Quanto mais o cérebro é desenvolvido da forma correta, menores são as chances de o TDAH acompanhar o jovem também na vida adulta.

O Método SUPERA é uma forma eficaz de ginástica cerebral e deve ser feito em paralelo com o tratamento médico ou o acompanhamento de um terapeuta. É essencial que profissionais acompanhem todo o processo de recuperação de pessoas com transtorno do déficit de atenção com hiperatividade, sejam crianças, adolescentes, jovens ou adultos.

Assessoria de Imprensa SUPERA

Supera - Ginástica Cerebral, Pratique! Curso para todas as idades

Mantenha-se atualizado. Assine nossa Newsletter



Posts Relacionados