“Aposentei, e agora?” Aprenda a definir suas prioridades!

Publicado em: 17/06/2022 | Última modificação em 22/06/2022 Por Supera
aposentei e agora

Muitas pessoas sonham com o dia da aposentadoria como a possibilidade de ter mais tempo para se dedicar a outras atividades. Porém, elas trabalham por décadas e décadas mas, quando interrompem essa rotina, pode parecer algo chocante. A sensação de “aposentei, e agora?” talvez faça você se sentir perdido(a). 

Por esse motivo, é importante estabelecer uma rotina de afazeres, incluindo especialmente atividades físicas, intelectuais e sociais, a fim de manter ativos o corpo e a mente, garantindo a qualidade de vida global

Para ajudar você, neste artigo, vamos mostrar como definir prioridades em sua nova rotina, a fim de aproveitar ao máximo a aposentadoria. Venha conosco!

“Aposentei, e agora?” É hora de dar asas ao seu propósito de vida

Seu propósito consiste nos objetivos motivadores centrais de sua vida. O propósito pode orientar as decisões, influenciar o comportamento, moldar metas e oferecer um senso de direção para seus dias. 

Se seu propósito de vida era muito ligado à profissão, você pode impulsionar esse sentido de uma forma mais prazerosa. Um exemplo é envolver-se em projetos sociais, ou realizando sua atividade como nunca fez antes.

Porém, às vezes, você não teve a chance de realizar seu sonho de vida, como ser um artista, aprender algo novo ou se dedicar a um hobby especial. Não importa o que seja, seu propósito é o que mantém viva a chama de sua existência.

Promova encontros regularmente

Um grande impacto da aposentadoria é a diminuição do círculo social. Os colegas de trabalho não estão mais presentes, e você passa a ter uma vida mais reclusa. Então, esse é um desafio a vencer para que a solidão não bata à porta.

Como os humanos são seres sociais, promover encontros, manter o círculo de amigos e encontrar familiares e antigos colegas que não vê faz tempo evita sentimentos de solidão e de vazio, prejudicando a saúde mental.

Por exemplo, já pensou em reunir os amigos da escola ou da faculdade? Esses reencontros são muito saudáveis, até porque outras pessoas de sua faixa etária podem estar se aposentando e também querem se reaproximar de você. 

Viaje sempre que possível

Viagens são experiências únicas em qualquer fase da vida. Enquanto atividades para aposentados, elas se reiteram como um propósito de sair da rotina e do ambiente conhecido para mergulhar no novo. 

Quando viajamos, nos deparamos com diferentes culturas, hábitos e paisagens. Essas experiências nos ajudam a evoluirmos como seres humanos, agregando muito valor às nossas vidas. 

Se você tem receio de viajar a sós, a dica é procurar grupos de aposentados viajantes ou agências de turismo especializadas. Com certeza, nesse contexto, terá o apoio e a segurança de que precisa.

Dedique-se a atividades físicas

Um corpo saudável é um corpo ativo. Logo, não deixe que a aposentadoria seja uma desculpa para o sedentarismo. Se você quer curtir a essa nova fase da vida com saúde, precisa se mover. Fortaleça seus músculos e faça atividades aeróbicas no mínimo 3 vezes por semana.

Se ir para a academia é um desafio para você, procure as modalidades de atividades físicas que mais lhe agradam. Também tenha acompanhamento médico para ter certeza de que você está com o condicionamento físico em dia.

Exercite o cérebro

Por fim, não se esqueça de que a estimulação cognitiva deve ser mantida. Estamos falando da atividades que estimulem o pensamento crítico, o raciocínio lógico e a criatividade.

Isso porque a diminuição da atividade intelectual e física acelera o envelhecimento do cérebro, que perde gradativamente as células nervosas. Como resultado, há perda de memória, dificuldade de aprendizagem e raciocínio, chegando à senilidade geral.

Porém, você pode retardar ou evitar esse processo com atividades estimuladoras, como é o caso do Método SUPERA, que trabalha a partir do princípio da neuroplasticidade ― a capacidade de o cérebro aplicar seus potenciais se for corretamente estimulado.

De maneira divertida e lúdica, alunos de todas as idades praticam diversas atividades para manter a mente ativa, rejuvenescer, melhorar a autoestima e ter uma vida independente.

Neste artigo, você viu que não é preciso se assustar com o pensamento “Aposentei, e agora?”, desde que saiba estabelecer prioridades e ter as melhores atividades para aposentados. 

Então, comece sua aposentadoria cuidando das habilidades cognitivas e emocionais. Conheça já o Método SUPERA e desperte seu cérebro!

Compartilhar este artigo

Gostou desse conteúdo? Deixe um comentário ;)

  • Nenhum comentário ainda

Nenhum comentário para "“Aposentei, e agora?” Aprenda a definir suas prioridades!"

Faça um comentário

SUPERA PRESENCIAL

O Supera Ginástica para o Cérebro é voltado para todas as pessoas a partir de 5 anos, sem limite de idade. O curso potencializa a capacidade cognitiva aumentando a criatividade, concentração, foco, raciocínio lógico, segurança, autoestima, perseverança, disciplina e coordenação motora. As aulas, ministradas uma vez por semana com duração de duas horas, são dinâmicas e contagiantes, com atividades que agradam todo tipo de público.

SUPERA para escolas Método de estimulação cognitiva

Exclusivo para Instituições de Ensino. O SUPERA é a mais avançada ferramenta pedagógica de estimulação cognitiva e, portanto, representa um grande diferencial para sua instituição de ensino. Além de ser um excelente recurso de marketing, o método melhora o desempenho dos alunos e eleva os índices de aprovação da sua escola.

Franquia SUPERAEmpreenda em Educação

Criado em 2006, o SUPERA é hoje a maior rede de escola de ginástica para o cérebro do Brasil. Em um ano de operação, entrou para o sistema de franquias e hoje já possui 400 unidades no país. O curso, baseado em uma metodologia exclusiva e inovadora, alia neurociência e educação. Se você tem interesse em empreender nesta área, deixe seu cadastro em nosso site.