O segredo para dirigir bem

Publicado em: 12/05/2015 por: Assessoria de Imprensa SUPERA

Com o desenvolvimento de habilidades como coordenação motora, atenção, foco, visão espacial e raciocínio, é possível se tornar um expert no volante

Todos os dias o trânsito exige muito das pessoas: em meio ao emaranhado de veículos, é importante estar atento a cada detalhe e ser ágil nas manobras. Neste cenário, muitas pessoas acabam deixando de dirigir por medo de causar pequenos prejuízos e acidentes. A boa notícia é que existe um jeito simples de melhorar o desempenho ao volante, exercitando habilidades como coordenação motora, atenção, foco, visão espacial e raciocínio.

E como melhorar todas essas habilidades de uma vez? Existe uma prática que é infalível e chama-se ginástica cerebral. A técnica consiste em fazer exercícios que tiram o cérebro da zona de conforto para que ele se desenvolva.

O ábaco – instrumento oriental de cálculos -, os jogos de tabuleiro, exercícios em apostilas especiais e dinâmicas em grupo são as ferramentas utilizadas para deixar o cérebro ativo, saudável e muito mais atento.

Supera e você na Disney

Todas essas ferramentas fazem parte de um curso voltado especificamente para isso, o SUPERA. Em escolas de ginástica para o cérebro, o aluno desenvolve também memória, concentração, criatividade e autoestima.

 

Dicas de exercícios

Para motoristas com problemas para tirar o carro da garagem, uma das melhores ferramentas é o ábaco. Ao utilizar os dedos indicador e polegar, bem como o movimento de pinça, o praticante aprimora a coordenação motora e a concentração, habilidades essenciais para a prazerosa tarefa de ir e vir motorizado.

Já para o desenvolvimento do raciocínio, que pode ajudar na escolha de trajetos e na agilidade para manobras arriscadas, a melhor opção são os exercícios de lógica. “A regra é praticar sempre. Os pilares da ginástica cerebral são a novidade, variedade e desafio crescente. Portanto, é necessário colocar a cuca para trabalhar com vários exercícios. Com agilidade no raciocínio, podemos até evitar acidentes”, explica Geomacel Carvalho, professor de ginástica cerebral da rede SUPERA.

Para quem quer começar a praticar em casa, existem outros exercícios que podem ajudar.

“O Sudoku, por exemplo, que é uma ótima atividade para desenvolver a habilidade visuo-espacial, que é a capacidade de perceber distância, profundidade, posicionamento de um objeto no espaço. Se você não tiver esta habilidade, você sairá batendo em todos a sua volta, causando acidentes”, avisa o especialista em ginástica cerebral.

Agora você já sabe: se tem problemas para dirigir ou conhece alguém que não se dá muito bem no trânsito, a receita é praticar a ginástica cerebral. (Re)programe o cérebro e seja um expert no volante.

 

 

Assessoria de Imprensa SUPERA

Supera - Ginástica Cerebral, Pratique! Curso para todas as idades

Mantenha-se atualizado. Assine nossa Newsletter



Posts Relacionados