Por que mais de 8 mil pessoas começaram a exercitar o cérebro na pandemia?

Publicado em: 20/10/2020 por: Assessoria de Imprensa SUPERA

A pandemia de COVID-19 ressignificou valores e trouxe ao mundo uma nova percepção da vida. Para milhões de pessoas, no entanto, o distanciamento social foi o ponto de partida para novos hábitos e um recomeço. Foi assim na rede SUPERA, que recebeu entre março e setembro – auge da pandemia no mundo – mais de 8 mil novos alunos em suas mais de 400 unidades, entre crianças, jovens e adultos.

Menina com tranças no cabelo assiste aula pelo computador com seu coelho de pelúcia ao lado
Preocupação dos pais com desempenho escolar dos filhos motivou procura pelo método

A ausência das salas de aula, aulas à distância e o isolamento imposto sobretudo aos idosos pela pandemia foram alguns dos motivos que influenciaram os novos estudantes a procurar o SUPERA para aumentar sua performance e, o mais importante: se prepararem para um mundo diferente que está cada dia mais próximo, assim como a vacina para a nova doença.

Um novo mundo pós pandemia

“A pandemia explicitou vários gargalos sociais, entre eles, a nossa condição mental que foi bastante afetada durante neste período. Isso atraiu milhares de novos alunos ao SUPERA em busca de mais performance cognitiva e desempenho, principalmente crianças e jovens que ficaram em casa e não aproveitaram a totalidade do ano escolar. Tivemos uma procura muito significativa de idosos que, por estarem isolados, encontraram no SUPERA uma forma de melhorar suas condições cognitivas e emocionais para superar esse momento”, detalhou Bárbara Perpétuo, Diretora de Gestão de Franquias do SUPERA.

Por que mais de 8 mil pessoas começaram a exercitar o cérebro na pandemia? - SUPERA - Ginástica para o Cérebro

Esse foi o caso da aluna Maria Cristina Andrade Pereira, funcionária pública aposentada, aluna da unidade SUPERA Barra da Tijuca (RJ).

“Foi durante a pandemia que eu pude ter certeza o quanto nós, idosos, fomos afetados. E aí procurando algo que pudesse me manter ativa e motivada eu encontrei o SUPERA e nele, tudo que eu precisava. Preenchi minha ociosidade, melhorei minha parte cognitiva, minha autoestima, uma verdadeira ginástica para o cérebro, que me deixou muito mais confiante, valorizada e mais feliz”, comemorou.

Pandemia despertou crianças, jovens e adultos para a necessidade de exercitar o cérebro
Pandemia despertou crianças, jovens e adultos para a necessidade de exercitar o cérebro

Mais performance, mais agilidade

Para atender a nova demanda de alunos em 2020, o SUPERA segue em expansão e já inaugurou neste ano 19 novas unidades. De janeiro à setembro, 12.558 novos alunos experimentaram a emoção de pensar e agir de forma inovadora, desenvolvendo o potencial do cérebro e impulsionando uma forma incrível de viver.

Procura – Entre os novos matriculados, dois públicos chamam a atenção: de 19 à 40 anos, que somaram 11,39% entre os novos alunos no período e os alunos com idade entre 60 e 79 anos, que somaram 37,73% dos novos matriculados.  “O ano de 2020 está sendo muito desafiador para o SUPERA porque desde o início da pandemia adaptamos nossos conteúdos às realidades virtuais. Foi uma transição muito tranquila porque nossa equipe estava preparada. Por isso estamos conseguindo dar essa resposta positiva para a sociedade e atender integralmente os novos alunos SUPERA”, concluiu Patrícia Lessa, Diretora Pedagógica.

Interessante, não é mesmo? Aproveite para conhecer o Método SUPERA de perto! Clique aqui e agende uma AULA GRÁTIS.

Compartilhar este artigo
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Share

Gostou desse conteúdo? Deixe um comentário ;)

  • Nenhum comentário ainda

Nenhum comentário para "Por que mais de 8 mil pessoas começaram a exercitar o cérebro na pandemia?"

Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha com seu comentário

SUPERA News

Mantenha-se atualizado. Assine nossa Newsletter

    captcha

    Eu concordo em receber comunicações e ofertas personalizadas de acordo com meus interesses.

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.




    Posts Relacionados