Movimente seu cérebro no mês do Alzheimer

Publicado em: 10/09/2014 por: Barbara

Movimente seu cerebro na Semana do Alzheimer

Setembro é considerado o mês mundial da doença de Alzheimer, uma data em apoio às pesquisas sobre esta doença que afeta de 24 a 37 milhões de pessoas. Esse número está crescendo a cada ano e, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), pode chegar a 115 milhões de pessoas até 2050.

O alzheimer é o tipo mais comum de demência, que é a perda ou redução progressiva das capacidades cognitivas, bem como atenção, memória, percepção, raciocínio e linguagem.

A degeneração dos neurônios acontece inicialmente no hipocampo, área que processa a memória, e com o tempo se espalha para outras regiões do cérebro. Como o começo das alterações é lento, os primeiros sinais geralmente são confundidos com o envelhecimento, porém, ao chegar aos estágios mais avançados, a pessoa tem dificuldade de executar até mesmo as tarefas mais básicas, como tomar banho e vestir-se.

Supera e você na Disney

Em apoio ao Dia Mundial do Alzheimer, o SUPERA está organizando sua Gincana Nacional de Ginástica Cerebral na mesma data, no intuito de conscientizar a população sobre a importância dos cuidados com o cérebro. Crianças, jovens, adultos e idosos podem participar e saber um pouco mais sobre a ginástica cerebral.

Potencializar as funções cerebrais desde cedo por meio da ginástica cerebral é a melhor maneira de garantir qualidade de vida no futuro, com mais agilidade de raciocínio, boa memória e mais concentração nas atividades.

O dia 21 será uma data especial para a rede de escolas de ginástica cerebral SUPERA. Muitas atividades estimulantes para divertir e alertar sobre os riscos da doença serão desenvolvidas ao longo do dia.

Para driblar os efeitos do tempo, é importante adotar alguns cuidados com a alimentação, praticar exercícios físicos e também atentar-se ao bom funcionamento do cérebro.

Porque é importante manter o cérebro ativo?

O cérebro é um dos órgãos mais importantes e essenciais para a sobrevivência. Sem ele não teríamos a capacidade de raciocinar, pensar e ter sentimentos. Além disso, o funcionamento do corpo também depende do cérebro.

Manter uma atividade intelectual é essencial para a saúde mental. Muitos idosos sofrem do mal de Alzheimer, doença que causa a deterioração das funções cerebrais, e preocupa grande parte da população.

O que pode melhorar nossa memória?

Ter uma boa noite de sono, fazer atividade física regularmente, alimentação balanceada, beber muita água, estimulação cognitiva com atividades que oferecem desafio na medida certa para o cérebro, além de estratégias internas e externas de memorização.

Barbara

Supera - Ginástica Cerebral, Pratique! Curso para todas as idades

Mantenha-se atualizado. Assine nossa Newsletter



Posts Relacionados