Índice de massa corporal está ligado à déficits de memória

Publicado em: 07/04/2016 por: Barbara

ginástica cerebralAlém de comprometer a saúde do corpo, o alto Índice de Massa Corporal (IMC) também pode prejudicar a memória, de acordo com uma pesquisa publicada no periódico The Quarterly Journal of Experimental Psychology.

O estudo, liderado por pesquisadores da Universidade de Cambridge, Grã-Bretanha, descobriu que jovens adultos que estão acima do peso podem ter prejuízos em relação a memória episódica e, desta forma, esta capacidade seria enfraquecida para recordar eventos passados ​​em comparação aos seus pares com peso normal.

Supera e você na Disney

O experimento contou com 50 participantes com idade entre 18 e 35 anos e índice de massa corporal (IMC) entre 18 (normal) e 51 (obesos). Os voluntários foram submetidos a um teste de memória que consistia em um jogo de computador no qual eles precisavam esconder diferentes objetos em um cenário complexo, como um deserto com palmeiras, durante dois dias. Após este período, eles precisavam dizer aos cientistas quais objetos tinham sido escondidos e em qual lugar.

Os resultados mostraram que as pessoas com sobrepeso (IMC entre 25 e 30) e obesas (IMC maior que 30) tiveram pior desempenho no teste de memória do que aquelas com um índice de massa corporal considerado normal (entre 18 e 24,99). Eles concluíram também que o rendimento caia conforme o IMC aumentava.

“Os resultados mostram que o excesso de peso corporal pode estar associado a alterações na estrutura e função do cérebro assim como a capacidade de executar determinadas tarefas de forma ideal”, descreve Lucy Cheke, líder da pesquisa, em entrevista ao site Sharp Brains.

Uma explicação para isso pode estar no efeito da gordura sobre a insulina. O excesso de gordura causa picos descontrolados de insulina no sangue, o que por sua vez atrapalha a sinalização entre os neurônios e, consequentemente, a uma redução no desempenho cognitivo.

Além disso, a redução da memória episódica – como resultado do aumento do IMC – pode contribuir para o aumento de peso, já que, muitas vezes, pessoas com memória ruim não se lembram do que comeram e tendem a comer mais.

“Nós não estamos dizendo que as pessoas com excesso de peso são necessariamente mais esquecidas. Nossa descoberta pode significar que as pessoas com sobrepeso são menos capazes de reviver vividamente detalhes de eventos passados. Isso, por sua vez, pode prejudicar a sua capacidade de usar a memória para regular o consumo de alimentos”, disse Lucy.

Uma dica da autora é prestar atenção no que se come e evitar fazer refeições com distrações como assistir TV.

Barbara

Supera - Ginástica Cerebral, Pratique! Curso para todas as idades

Mantenha-se atualizado. Assine nossa Newsletter



Posts Relacionados