GINÁSTICA CEREBRAL
O cérebro está no foco das pesquisas científicas

Publicado em: 18/03/2013 por: Assessoria de Imprensa SUPERA

O cérebro está no foco das pesquisas científicasOs Estados Unidos e a Europa, sempre à frente nos estudos científicos, vão investir bilhões de dólares para desvendar os mistérios do cérebro humano na próxima década, a exemplo do que aconteceu com o DNA. As pesquisas poderão ajudar o homem a identificar doenças mentais para buscar novos tratamentos.

Graças aos avanços da tecnologia e à persistência dos pesquisadores, será possível mapear o cérebro, assim como aconteceu com o sequenciamento do genoma, que identificou todos os genes do DNA em 2003.

Na edição de março de 2013, a Revista Veja trouxe uma reportagem completa sobre os ganhos que podemos ter com os avanços destes estudos. Entre eles, a possibilidade de desenvolver exercícios capazes de “moldar” o conectoma de modo a dar o cérebro capacidades nunca antes vislumbradas.

Supera e você na Disney

Se a ginástica cerebral hoje já consegue resultados impressionantes, imagine o que poderemos fazer com estas descobertas. O conectoma é o conjunto das ligações entre os neurônios, uma rede complexa composta por 100 bilhões de neurônios, cada um ligado aos outros por até 100 mil sinapses. O trabalho é grande: este mapa deve ocupar 1 trilhão de gigabytes de memória no computador, contra 3 gigabytes do genoma…

Mas o que pode facilitar esta tarefa é o fato de os conectomas não serem um emaranhado caótico, como se pensava há alguns anos. “Sua complexidade extrema obedece a um desenho altamente lógico e decifrável”, escreveu a Veja. E é nesta rede chamada conectoma que estão armazenados nossos pensamentos e nossas emoções.

Atualmente, o mapeamento da estrutura e das funções do cérebro já nos permitem localizar com mais exatidão as áreas relacionadas à doenças psiquiátricas. Ainda segundo a reportagem, quando os cientistas tiverem acesso ao conectoma decodificado, eles poderão visualizar a doença mental e tratá-la corrigindo as alterações que ela provoca no cérebro.

Estes estudos vão aperfeiçoar os diagnósticos de doenças neurológicas, abrindo as portas para a descoberta de novos tratamentos. Assim, o cérebro está começando a ser tratado com atenção merecida, afinal ele tem participação em tudo o que fazemos na vida.

Ginástica cerebral

Para o Supera ginástica para o cérebro, o melhor desta notícia é que poderemos desenvolver exercícios ainda mais eficazes, não apenas para corrigir falhas do cérebro, mas para melhorar o desempenho cognitivo.

Assim como o coração, o cérebro precisa de cuidados e de exercícios para desempenhar suas funções em alta performance. A ginástica cerebral hoje já garante melhoras significativas de habilidades como atenção, concentração e memória.

Assessoria de Imprensa SUPERA

Supera - Ginástica Cerebral, Pratique! Curso para todas as idades

Mantenha-se atualizado. Assine nossa Newsletter



Posts Relacionados