Cérebro é tema central no Globo Repórter

Publicado em: 10/09/2013 por: Assessoria de Imprensa SUPERA

O Globo Repórter levou ao ar na última sexta-feira um programa inteiro sobre o cérebro, mostrando como funciona esta incrível máquina do nosso corpo. Tão poderoso e tão frágil, o cérebro merece cuidados e pode ser ‘economizado’, preservado e desenvolvido.

A reportagem mostrou como a alimentação, a meditação, os estímulos cognitivos e a vitamina D podem não apenas fazer bem ao cérebro, mas também reverter demências antes tidas como incuráveis.

Pesquisas realizadas em universidades brasileiras estão demonstrando, por exemplo, que pessoas que meditam são mais focadas e conseguem prestar mais atenção nas tarefas que realizam.

A ansiedade atrapalha o desenvolvimento do cérebro, afetando a memória. Segundo estudo feito por um hospital brasileiro, este sintoma deixa a mente cansada.

Supera e você na Disney

Para manter o cérebro jovem é importante sair da rotina, aprender coisas novas, fazer contas de cabeça e gravar números porque todas estas atividades constroem redes neuronais.

A alimentação também pode ajudar a melhorar o cérebro. As vitaminas das frutas, como a vitamina A, C, E e as do complexo B fazem com que os neurônios funcionem melhor. Para crianças em idade escolar, é fundamental também comer peixes, que são ricos em ácido graxo. Já o ovo tem a colina, matéria prima para fabricar neurotransmissores. O chocolate melhora o estado de alerta e proporciona sensação de bem-estar.

Para quem enfrenta duras rotinas de trabalho, casa, família, trânsito, telefone, computador, é preciso descanso. Cérebro descansado é cérebro econômico e mais eficiente.

O cérebro precisa de cuidados especiais e, segundo especialistas entrevistados no programa, algumas doenças degenerativas podem ser ao menos parcialmente revertidas. O Globo Repórter contou a história de dois jovens com esclerose múltipla que recuperaram movimentos e já conseguem levar uma vida normal.

A esclerose múltipla é uma doença crônica que atinge vários pontos do sistema nervoso central. Ela ataca uma espécie de proteção de neurônios. Em adultos, provoca muitas irritações.

Os especialistas dizem que é importante ter alguns cuidados com o cérebro antes que ele comece a apresentar falhas. Estudo da USP, por exemplo, tende a provar que a caminhada melhora a memória e o metabolismo do cérebro, garantindo envelhecimento saudável. Mas é importante saber que o trabalho deve ser preventivo, porque ainda não há provas científicas claras de que um cérebro com comprometimento cognitivo grave possa ser recuperado.

A dica dos médicos é usar o cérebro com inteligência. A ginástica cerebral é uma forma saudável, sem efeito colateral, de manter o cérebro ativo, evitando problemas de esquecimento e desatenção na terceira idade.

Assessoria de Imprensa SUPERA

Supera - Ginástica Cerebral, Pratique! Curso para todas as idades

Mantenha-se atualizado. Assine nossa Newsletter



Posts Relacionados