Cérebro ativo na terceira idade

Publicado em: 22/05/2015 por: Barbara

Aos 92 anos, Lucinda R. não deixa o cérebro parado

Aos 92 anos, Lucinda R. não deixa o cérebro parado

Há quem diga que a terceira idade é a “fase de ouro” da vida de alguém. Ultrapassar os 60 significa qualidade de vida. Sem contar que a boa relação entre filhos e netos é sinônimo de felicidade e, além disso, mantém a mente ativa.

Dona Maria Lucinda Ribeiro é um exemplo disso. Aos 92 anos, ela está sempre rodeada por seus seis filhos que revezam entre si os cuidados com a mãe.

Apelidada carinhosamente por amigos e parentes como Lulu, dona Maria Lucinda está sempre acompanhada de uma cuidadora que atende todas as necessidades e por uma de suas filhas, Graça Ribeiro, 62, que sempre a acompanha em passeios, consultas médicas e nas aulas de ginástica cerebral do SUPERA Nazaré (PA).

“Eu e minha irmã Luci estamos sempre ao lado da mamãe, inclusive nas aulas do SUPERA. Ela nunca falta e sempre quer ir ao SUPERA. Teve uma vez que ela não quis nem sair para o intervalo porque preferiu ficar na sala fazendo as atividades”, conta a pedagoga aposentada, Graça Ribeiro.

Supera e você na Disney

A educadora Natia Potiguara só tem elogios a fazer a uma das poucas alunas da rede SUPERA que ultrapassa os noventa anos. “Mesmo com alguns desafios com a coordenação motora, a dona Lucinda é muito dedicada. Ela sempre faz os desafios da apostila, adora colorir e é muito comunicativa com os outros alunos”, afirma.

“Em uma das aulas ela trouxe bolo e brigadeiro para toda a turma. Ela é muito carinhosa e adora ganhar abraços”, acrescenta Natia.

Além de praticar ginástica cerebral, Lucinda não deixa os livros de colorir de lado e os passeios a parques e shoppings.

“Eu gosto do SUPERA, inclusive, já melhorei a coordenação motora. Sinto-me bem e tenho amigos aqui”, comenta dona Lucinda.

Rodeada de pessoas especiais e que estão cheias de amor e carinho para compartilhar, Lucinda sente-se ainda mais feliz em realizar todas as atividades que podem proporcionar qualidade de vida.

Dedicada as aulas do SUPERA, Lucinda faz o que mais gosta, colorir.

Dedicada as aulas do SUPERA, Lucinda faz o que mais gosta: colorir.

Ginástica cerebral para a terceira idade

Os idosos são os alunos mais animados e relatam resultados relacionados, principalmente, à memória, a coordenação motora e à qualidade de vida.

Quando estimulado de forma adequada, o cérebro ativa suas conexões neurais e melhora suas funções. A ginástica cerebral já é reconhecida por neurologistas e geriatras, sendo recomendada como prática para que possam se manter mentalmente ativos.

Exercitar o cérebro é fundamental para preservar a memória e manter a coordenação motora – funções importantíssimas para o ser humano na sua vida cotidiana.

Por Bárbara Rocha

Barbara

Supera - Ginástica Cerebral, Pratique! Curso para todas as idades

Mantenha-se atualizado. Assine nossa Newsletter



Posts Relacionados