Atenção e concentração: como otimizar estas habilidades no dia-a-dia?

Publicado em: 03/10/2018 por: Assessoria de Imprensa SUPERA

Por Thaís Bento Lima

Atenção e concentração: como otimizar estas habilidades no dia-a-dia? - SUPERA - Ginástica para o Cérebro

Um dos maiores inimigos da atenção é fazermos as atividades rotineiras no piloto automático. Todos nós fazemos muitas coisas da mesma maneira dia após dia e com a repetição, passamos a executá-las sem prestar muita atenção. É claro que as rotinas têm sua importância, pois ajudam a economizar tempo e esforço mental; além de nos dar segurança quanto aos resultados que queremos obter, mas há limites para elas.

Quando iniciamos um novo trabalho, por exemplo, tentamos alguns caminhos para chegar até ele. Nossas mentes ficam em alerta para aliviar a distância percorrida, o trânsito, o tempo necessário. Mas a partir do momento em que decidimos que um certo percurso é melhor do que outro, passamos a percorrê-lo diariamente de maneira automática, sem notar seus detalhes.

Supera e você na Disney

O mesmo acontece em nosso dia-a-dia, em casa ou no trabalho. Não conseguimos lembrar se desligamos o computador ou se fechamos as janelas antes de sair, pois muitas dessas ações são realizadas automaticamente, sem atenção sustentada.

Felizmente, existem diversas maneiras de sair deste piloto automático e praticar o que chamamos de ATENÇÃO ATIVA no dia-a-dia. Uma das mais fáceis é praticar as ações rotineiras de modo inusitado, por exemplo; podemos experimentar fazer compras em um local diferente, pois cada local terá a organização dos seus itens de maneira específica, exigindo de nós uma maior demanda atencional. Cada novidade introduzida na rotina colocará nossa mente em estado de alerta.

Em relação à concentração, que é um exemplo de atenção sustentada, uma forma de otimizar é fazer um esforço mental consciente para observar melhor aquilo que nos cerca. Por exemplo, quando conhecemos alguém; podemos nos esforçar para notar as características físicas da pessoa, podemos nos perguntar quais dessas características achamos agradáveis, quais traços mais se destacam, se gostaríamos de rever essa pessoa e por quê.

Durante uma visita a uma exposição, podemos focar a nossa atenção em algumas obras observando-as de modo ativo, a emoção que desperta em nós e porquê, se gostaríamos de ter aquelas obras em nossa casa, e em que faria diferença em nosso ambiente.

Resumidamente, é importante estar consciente de que um bom desempenho atencional é o primeiro passo para um bom processamento da memória. E sem a memória, não podemos obter um aprendizado eficiente. A ATENÇÃO ATIVA e consciente coloca nosso cérebro em alerta e abre as portas para a codificação das informações que queremos aprender.

Atenção e concentração: como otimizar estas habilidades no dia-a-dia? - SUPERA - Ginástica para o Cérebro

Thais Bento Lima é gerontóloga e colunista do SUPERA Ginástica para o Cérebro

Assessoria de Imprensa SUPERA

Supera - Ginástica Cerebral, Pratique! Curso para todas as idades

Mantenha-se atualizado.
Assine nossa Newsletter

Posts Relacionados