Especialista ensina a melhorar a concentração

Publicado em: 16/05/2017 por: Leticia Maciel

Especialista ensina a melhorar a concentração - SUPERA - Ginástica para o Cérebro

Melhore sua concentração para ler mais

Melhorar a concentração: saiba como treinar seu cérebro para manter-se focado por mais tempo e melhorar a concentração

Você tem dificuldades de se concentrar por mais de 10 minutos em uma única atividade? Bem-vindo ao clube dos distraídos!!!

Distraídos? Por enquanto… porque nós decidimos entender a concentração e saber como esta incrível habilidade do cérebro humano pode ser desenvolvida.

Fizemos uma ampla pesquisa e conversamos com a pedagoga Solange Jacob, especialista em desenvolvimento de habilidades cognitivas do Método SUPERA Ginástica para o Cérebro.

Logo de cara, ela avisou que não adianta querer milagres: melhorar o potencial do cérebro é uma tarefa que demanda um certo tempo: vai levar no mínimo três meses.

“Em compensação, quando conseguimos nos concentrarmos e nos dedicamos com afinco a uma única tarefa, o resultado é muito gratificante”, afirma Solange Jacob.

Os grandes benefícios da concentração

– Aprender com facilidade

– Melhorar sua capacidade de absorção de conteúdos

– Aumentar sua produtividade

– Otimizar seu tempo

– Qualidade na entrega

– Satisfação com seus resultados

Mas, afinal, o que é concentração?

Concentração é a capacidade de manter o foco da atenção em uma determinada tarefa por um tempo mais prolongado, com o mesmo padrão de consistência, ou seja, é relativo tanto à quantidade quanto à qualidade do tempo que você dedica a uma atividade.

Concentração é diferente de foco. Foco é a atenção seletiva, quando outros processos cognitivos são concentrados em um determinado ponto.

A capacidade de manter o foco e ignorar as distrações acontece na área pré-frontal do cérebro. Sabendo, já ativamos!!!

A circuitaria (circuitos de conexões neurais) envolvida nessa área aumenta a força dos estímulos nos quais queremos nos concentrar e diminui a força dos que queremos ignorar.

Como melhorar a concentração – Antes tarde do que nunca

A capacidade de concentração precisa ser treinada desde cedo, por volta de 2 anos de idade. Essa habilidade é importante, principalmente, quando entramos no Fundamental 2.

“Na infância, correr, pular, saltar, subir e descer e dançar são ações que fazem parte do brincar e das brincadeiras das crianças, mas atividades dirigidas e jogos de estratégias são importantes também no dia a dia para exercitar a capacidade de concentração”, afirma Solange Jacob, ao internauta na Seção Pergunte ao Especialista do site Método Supera..

Na vida adulta, para treinar a concentração, um bom começo é organizar e estabelecer rotinas, regras e limites: a organização externa reflete diretamente em uma maior organização interna.

Com isso, você vai começar a entender como funciona a atenção no seu cérebro. Leve isto a sério, se quer realmente melhorar sua concentração.

Você precisa se esforçar, treinar a atenção para que permaneça um tempo maior na tarefa. Evite distratores e comportamentos multitarefas, como estudar e checar as notificações do celular ao mesmo tempo.

A atenção é um filtro que o cérebro usa para decidir qual informação será processada a cada instante e qual informação ficará guardada na memória.

Além destas dicas da especialista, você pode usar um método específico para treinar seu cérebro e melhorar sua capacidade de concentração.

O SUPERA, método de ginástica cerebral, tem um conjunto de ferramentas para exercitar habilidades cognitivas, como foco, concentração, memória e raciocínio.

“O SUPERA me ajudou a melhorar a concentração. Com isso, melhorei também meu desempenho na escola, no conservatório e até nas próprias aulas de ginástica cerebral”, conta Amanda de Melo, 13 anos, aluna do SUPERA Montes Claros (MG).

Alimentos que ajudam a melhorar sua capacidade de concentração

Agora que você já sabe como treinar a concentração, conheça alguns alimentos que são favoráveis à saúde e ao bom desempenho do cérebro.

Cafeína: De acordo com pesquisa realizada na London School of Hygiene and Tropical Medicine, a cafeína contribuir para a memória e a concentração, diminuindo a probabilidade de cometermos erros, por exemplo, durante o trabalho.

Carboidratos complexos: Os carboidratos complexos (batata doce e mandioca, por exemplo) fornecem energia ao cérebro constantemente, melhorando portanto a concentração.

Fisetina: Essa substância é capaz de desencadear um processo chamado de “potencialização de longo prazo”, que permite que as memórias sejam armazenadas no cérebro com mais facilidade e que o cérebro estabeleça conexões mais fortes entre os neurônios. Suas fontes: frutas vermelhas (principalmente o morango), tomates, cebolas, maçãs, pêssegos, uvas e kiwi. 

Vitamina B6 (Piridoxina): Uma das vitaminas mais importantes para o sistema nervoso central, pois ajuda o cérebro a produzir os neurotransmissores, vitais ao seu funcionamento. Fontes: fígado e carne vermelha, grãos integrais, batatas, vegetais verdes e milho.

Vitamina C: Ela também é um antioxidante e participa da atividade química dos neurônios, sendo importante para a memória e para a concentração. Boas fontes de vitamina C são as frutas cítricas, a acerola e o Kiwi.

 

Supera - Ginástica Cerebral, Pratique! Curso para todas as idades

Mantenha-se atualizado.
Assine nossa Newsletter

Posts Relacionados