Como pensar estrategicamente

Publicado em: 02/12/2016 por: Barbara

Como pensar estrategicamente

Como pensar estrategicamente

Pensar estrategicamente requer concentração e raciocínio

Pensar estrategicamente – Quase sempre há mais de uma forma de se enxergar um problema. Ao mesmo tempo, pode-se facilmente deixar escapar a forma mais produtiva ou criativa de lidar com ele.

Quando estamos diante de um desafio que parece insolúvel, precisamos encontrar um jeito novo de superá-lo.

Você já ouviu falar em pensamento lateral? Pensamento lateral é a habilidade que consiste em um conjunto de estratégias para mudarmos a forma de enxergar o mundo, a fim de encontrarmos soluções nunca antes imaginadas para solucionar problemas e tomar decisões.

Pensamento lateral tem a ver com percepção, ou seja, como e por que enxergamos as coisas de determinada maneira, por que deixamos de perceber as coisas e como mudar a perspectiva. Como ver as coisas lateralmente. Em outras palavras, como pensar estrategicamente.

Como pensar estrategicamente

Para pensar estrategicamente, é preciso dedicação e percepção do ambiente que você está envolvido.

Jogue fora as regras: esta ideia foi desenvolvida em 1967 pelo psicólogo e autor britânico Edward de Bono. Ele compara o pensar com um jogo de xadrez. Você joga xadrez com peças estabelecidas (o cavalo, a rainha, o bispo, e assim por diante) e, seguindo regras estabelecidas. Da mesma forma, geralmente pensamos de acordo com conceitos de senso comum e seguindo caminhos familiares, usando as mesmas “peças e princípios do xadrez”.

Para o psicólogo, devemos estar preparados para desconsiderar estes conceitos e regras, e nos perguntar: essas regras são as únicas opções que tenho? Estou fazendo as perguntas corretas? Posso considerar esse problema como sendo realmente um problema?

Isto não implica necessariamente em trabalho pesado. Na verdade, quando nos esforçamos demais, podemos ficar presos a padrões de pensamento rígidos. Quando o assunto é pensar com estratégia, precisamos de habilidade e inteligência aplicada.

Questione: quando aprendemos a pensar estrategicamente, um caminho confiável é se reposicionar mentalmente. Questione as suposições. Quando defrontado com um problema, considere algumas questões-chaves:

Isto se parece com o quê?

Isto poderia ser visto de outro ângulo?

Prepare-se para mudar: você sabia que seu cérebro contém bilhões de neurônios e que cada uma pode se conectar com milhares de novas conexões? Todos nós possuímos uma enorme capacidade de aprender e mudar, e nenhum de nós deveria se sentir aprisionado por um desafio mental. Liberte-se e seja criativo para encontrar soluções.

Agora, se você se considera uma pessoa que deixa prevalecer o pensamento lógico – uma pessoa que gosta de pensar em linha reta – pode treinar pensar estrategicamente, começando com os jogos pedagógicos do SUPERA.

Jogos como "Hora do Rush" estimulam o raciocínio e atenção

Jogos como “Hora do Rush” estimulam o raciocínio e atenção

Jogos para pensar estrategicamente

A ginástica cerebral do SUPERA utiliza os jogos como principais aliados no treino do pensamento estratégico, pois ao jogar é necessário aplicar habilidades como atenção, pensamento contínuo, memória, raciocínio lógico e pensamento estratégico ao analisar jogadas.

Jogos como “A Hora do Rush” e “Quadro Cromia” são excelentes exercícios para elaboração de estratégias, planejamento de ações e resoluções de problemas.

Além dos jogos individuais, jogos que envolvem mais pessoas simula situações competitivas e/ou cooperativas, colocando em prática todas as habilidades citadas anteriormente, além do relacionamento interpessoal. Este tipo de jogo gera uma intensa atividade intelectual, porque é necessário flexibilizar seus pensamentos e adaptar suas estratégias a diferentes grupos.

“Quando o aluno joga em sala de aula, podemos observar a estratégia, no que diz respeito a elaboração de jogadas ofensivas e defensivas, além de notar a habilidade de premeditar jogadas e possíveis consequências “, explica Geomacel Carvalho, professor do SUPERA e apaixonado por jogos de tabuleiro.

Ele complementa dizendo que todos os jogos possuem regras que devem ser respeitadas para que o aluno alcance o seu objetivo. Esta dinâmica, por sua vez, possibilita ao aluno potencializar sua versatilidade e a trabalhar com as ferramentas disponíveis. Ele observa as estratégias do outro, aprende a buscar soluções criativas e a traçar planos para ser campeão. Com esta verdadeira ginástica cerebral, podemos melhorar nossa performance em todas as áreas em que atuamos.

Por Bárbara Rocha, Departamento de Comunicação SUPERA 

Supera - Ginástica Cerebral, Pratique! Curso para todas as idades

Mantenha-se atualizado.
Assine nossa Newsletter

Posts Relacionados