Como melhorar o raciocínio com jogos

Publicado em: 07/01/2016 por: Leticia Maciel

Como melhorar o raciocinio com jogos

Alunos SUPERA Bacabal (MA) treinam o raciocínio lógico

Ter agilidade de raciocínio não é habilidade exclusiva de Sherlock Homes, o infalível detetive de Baker Street. Todo mortal pode treinar o cérebro para pensar de forma inteligente e melhorar sua capacidade de raciocínio.

O famoso personagem das história da ficção solucionava crimes utilizando o raciocínio dedutivo e, como um bom investigador, observava tudo que acontecia ao seu redor para detectar as pistas mais importantes.

Esta habilidade de manter em foco um objetivo enquanto trabalha com metas menores é uma das faculdades mais especiais da mente humana. Ao calcular, memorizar ou simplesmente organizar a agenda, as habilidades mentais interagem entre si. Por esse motivo, treinar o raciocínio reforça as sinapses, exercitando também a memória, a criatividade e o pensamento.

O “pensamento inteligente”, em geral, exige observar informações de forma fragmentada e reuni-las da mesma maneira que você montaria um quebra-cabeça, por exemplo.

Para treinar o raciocínio lógico, é importante ser persistente no processo de tentativa e erro. A ginástica cerebral aqui consiste em testar ideias ou hipóteses diferentes sobre como as informações contida em um determinado desafio se relacionam entre si.

Tipos de raciocínio

O raciocínio é uma atividade mental global que envolve a memória, a atenção e a compreensão, entre outros processos básicos.

Dessa forma, é preciso ter em mente que raciocinar é o núcleo do processo de pensamento e, por isso, existem tipos de raciocínio muito diversos, como o dedutivo e o indutivo.

Também chamado de lógica dedutiva, o raciocínio dedutivo faz uso da dedução para obter uma conclusão a respeito de determinada premissa. Este tipo de raciocínio apresenta conclusões que devem, necessariamente, ser verdadeiras caso todas as premissas sejam verdadeiras. Sua base é racionalista e pressupõe que apenas a razão pode conduzir ao conhecimento verdadeiro.

Já a lógica indutiva é um argumento no qual a conclusão tem uma abrangência maior que as premissas. O indivíduo que faz uso do método indutivo entende que as explicações para os fenômenos surgem unicamente da observação dos fatos.

Treine o raciocínio em três passos

Diferencie os tipos de argumentos: existem diferentes tipos de argumentos que sustentam a tese de um raciocínio, como os exemplos e as analogias, dados estatísticos, leis e citações de autoridades no tema abordado. Outras táticas que costumam ser empregadas na defesa de uma tese são a alegação de que esta pode levar a uma melhora, a apelação para os sentimentos de quem ouve ou a tentativa de desbancar as teses contrárias. Neste caso, você pode treinar o raciocínio jogando dominó, palavras cruzadas ou xadrez.

Detecte as relações entre os elementos: para analisar ou construir concretamente uma linha argumentativa é imprescindível examinar as relações que existem entre os argumentos apresentados para defender uma tese. Pode-se distinguir entre argumentos independentes que convergem, ou seja, que chegam a uma conclusão. Neste caso, você pode exercitar o raciocínio jogando logogramas, pega-varetas ou fazendo cálculos mentais.

Represente graficamente um raciocínio: uma ferramenta útil para analisar um raciocínio ou para construí-lo de forma sólida é representar graficamente os elementos que o compõem e suas relações, incluindo os principais argumentos (convergentes ou não) para chegar a uma conclusão. Neste caso você vai exercitar o cérebro com a pirâmide numérica, anagramas, quebra-cabeça e memória visual.

Essas estratégias de pensamento vão turbinar a sua mente para enfrentar os desafios no trabalho, por exemplo.

A ginástica cerebral (prática de exercícios que potencializam as atividades do cérebro) é uma forma de aumentar a reserva cognitiva e melhorar o raciocínio, sobretudo se aliada a uma dieta saudável, à redução do estresse, à prática de atividade física e a uma vida social ativa.

Desenvolver sua habilidade de pensar de forma inteligente e usar os diferentes aspectos da lógica são a chave para se ter sucesso na vida cotidiana, porque tornam sua comunicação mais clara e permitem resolver problemas práticos. Além disso, podem te ajudar a antecipar eventuais barreiras ao seu sucesso.

Por Bárbara Rocha

Supera - Ginástica Cerebral, Pratique! Curso para todas as idades

Mantenha-se atualizado.
Assine nossa Newsletter

Posts Relacionados