Webnário traz proposta de implantação para 20 escolas em 2015

Publicado em: 15/05/2014 por: Barbara

Presidente do SUPERA realiza webnario nesta terça

O presidente fundador do SUPERA Ginástica para o Cérebro, Antônio Carlos Guarini Perpétuo, ministrou palestra online em maio deste ano explicando os benefícios da implantação da metodologia em instituições de ensino convencionais.

“Atuamos há mais de cinco anos em escolas particulares. Em 2015, queremos entrar em mais 20 instituições. Estabelecemos este limite para atender todas elas com qualidade e garantir que nosso método será aplicado com excelência para alavancar os resultados dos alunos e, consequentemente, das escolas”, afirmou Antônio Carlos.

Durante o webnário, o presidente do SUPERA apresentou a realidade do ensino brasileiro na visão de especialistas, dados sobre a educação brasileira e as exigências do mercado de trabalho nacional contemporâneo.

O presidente mencionou também pesquisa feita pelo IBGE, segundo a qual 53% dos profissionais brasileiros atuam fora de sua área de formação e que apenas 15% do sucesso profissional se deve à formação acadêmica.

“Se 85% do nosso sucesso profissional dependem de outras habilidades e não do conhecimento técnico, isso nos leva a ter que repensar a formação dos nossos alunos e filhos”, disse.

Para o presidente do SUPERA, o mercado de trabalha exige profissionais com inteligência interpessoal e capacidade de se expressar e se relacionar bem, habilidades que podem ser desenvolvidas com a ginástica cerebral.

“A grande missão da escola passa a ser desenvolver nas crianças a capacidade de aprender a aprender, a capacidade de raciocinar em cima do conhecimento que elas absorvem, a capacidade de análise e síntese”, completa Antônio Carlos.

Considerando que as inteligências definidas por Howard Gardner são de 40 a 50% desenvolvidas e não um fator totalmente genético, ou seja, que a neuroplasticidade do cérebro permite que ele seja estimulado e desenvolvido, inclusive fisicamente, o SUPERA trabalha para tirá-lo da zona de conforto.

O SUPERA propõe levar a neurociência para as escolas, auxiliando nos processos de aprendizado através de estímulos externos aos alunos. O método SUPERA desperta neurônios e redes neurais adormecidas, ajuda os alunos a enfrentarem as dificuldades e os problemas relacionados a TDHA (Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade) e AVC (Acidente Vascular Cerebral), além de contribuir para o desenvolvimento emocional, autoestima e autoconfiança. A longo prazo, o método previne o declínio mental, além de aumenta a reserva cognitiva e a expectativa de vida em três anos.

O material didático do SUPERA inclui ábaco, apostilas de raciocínio lógico e jogos educativos.  As instituições de ensino que optam por incluir o método como disciplina extra recebem todo treinamento, suporte e acompanhamento pedagógico para implantação. Para obter mais informações, basta inscrever-se no site.

 

Barbara

Supera - Ginástica Cerebral, Pratique! Curso para todas as idades

Mantenha-se atualizado.
Assine nossa Newsletter

Posts Relacionados