SUPERA participa de congresso sobre adolescência

Publicado em: 18/10/2017 por: Leticia Maciel

SUPERA participa de congresso sobre adolescência - SUPERA - Ginástica para o Cérebro

Neide Pereira, Patrícia Lessa, Claudia de Paula, Solange Jacob, Geomacel Carvalho e Rosemary Souza em evento na Unifesp

O protagonismo, a vulnerabilidade e os desafios da adolescência foram temas discutidos no III Simpósio Internacional da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), realizado entre os dias 4 e 6 de outubro. A equipe Pedagógica Nacional do Método SUPERA, com o objetivo de se manter sempre a par dos assuntos da atualidade, esteve presente e traz uma nova visão sobre o assunto para a rede.

Segundo Solange Jacob, Diretora Pedagógica do Método SUPERA, o evento ajudou a enxergar este público de outra forma, uma vez que os conteúdos das palestras somados à participação ativa dos adolescentes durante toda a programação, revelaram que eles estão engajados em serem protagonistas, autores de suas próprias histórias.

A educação tem um papel primordial neste aspecto, contribuindo não apenas para o desenvolvimento pessoal dos indivíduos, mas também para o desenvolvimento das comunidades onde estão inseridos.

“Existem muitos grupos de jovens com trabalhos sociais e projetos maravilhosos. O adolescente de hoje está mudando o mundo”, declara Cláudia de Paula, Coordenadora Pedagógica Nacional da rede.

Geomacel Carvalho, que também é Coordenador Pedagógico da rede e responsável pelos roteiros de aulas voltados para este público no Departamento Pedagógico Nacional da marca, diz que mudou o seu olhar a partir do que assimilou do evento.

“O adolescente de hoje quer, principalmente, ser ouvido. Ele quer participar de forma crítica e se sentir parte do processo. É interessante estarmos alinhados a estas mudanças para oferecer sempre um material de qualidade que ajude o aluno a se desenvolver no sentido cognitivo, ético e socioemocional”, conta.

O desenvolvimento nestes três eixos foi colocado como a verdadeira revolução na educação no século 21, na palestra ministrada pelo Professor Marcos Raggazzi, Diretor Pedagógico Executivo do Grupo Educacional Bernoulli.

“A revolução na educação não é utilizar tecnologia digital na sala, por exemplo, mas sim educar para desenvolver habilidades e gerar competências, o que tem tudo a ver com o SUPERA. Foram abordados temas como assertividade e inteligência emocional, que nós já trabalhamos em sala de aula. Isso nos mostra que estamos no caminho certo e me deu orgulho do que eu faço parte hoje”, conta Claudia.

 

Supera - Ginástica Cerebral, Pratique! Curso para todas as idades

Mantenha-se atualizado.
Assine nossa Newsletter

Posts Relacionados