SAÚDE MENTAL
Qualidade de vida na terceira idade

Publicado em: 23/09/2013 por: Leticia Maciel

SAÚDE MENTAL <BR/> Qualidade de vida na terceira idade - SUPERA - Ginástica para o Cérebro
SAÚDE MENTAL <BR/> Qualidade de vida na terceira idade - SUPERA - Ginástica para o Cérebro

Autora deste artigo, Hérica Ribeiro é graduada em Letras e professora do SUPERA Uberlândia.

Manter uma alimentação saudável e fazer exercícios físicos com frequência são hábitos de grande importância para manter a qualidade de vida na terceira idade. Mas os cuidados com a saúde física não são suficientes para cultivar uma vida equilibrada, pois é importante também dar atenção à saúde mental. Há de se considerar que uma dieta balanceada e um corpo ativo contribuem significativamente para que o nosso cérebro se mantenha saudável, porém ele precisa de atenção especial.

O que o idoso pode fazer para melhorar sua saúde mental? Deve estimular o cérebro para que se mantenha ativo.

Mas para entender melhor isso, vamos pensar primeiro no nosso corpo. Com o passar dos anos, ele passa por mudanças: a força muscular, por exemplo, diminui a medida que envelhecemos. Entretanto, as perdas podem ser prevenidas e até restauradas por meio do exercício físico. Porém, para alcançar os benefícios das atividades físicas, elas não podem ser esporádicas, precisam fazer parte do estilo de vida do idoso.

As funções cerebrais também diminuem com o tempo e, assim como ocorre com o corpo, elas podem ser preservadas e recompostas por meio da ginástica cerebral.

O cérebro aprende durante toda a vida, com capacidade de se reorganizar e estabelecer novas conexões através de estímulos. Assim, habilidades como a memória, o pensamento lateral, o raciocínio lógico e outras são potencializadas em qualquer idade, desde que não haja uma complicação clínica.

A ginástica cerebral propõe o estímulo cognitivo através de desafios e atividades que visam tirar o cérebro da zona de conforto. Retomando a comparação com o corpo, imaginemos agora uma pessoa que começa a praticar musculação. Se sua intenção é ganhar massa muscular, precisará de exercícios que lhe proporcionem variedade, novidade e um grau de dificuldade crescente.

Caso contrário, seu corpo se acostumará com os exercícios, com a quantidade de peso utilizada e a evolução pretendida não será alcançada.

O cérebro também precisa de exercícios que considerem estes três aspectos – novidade, variedade e grau de dificuldade crescente – para não ficar estagnado na zona de conforto sem qualquer fortalecimento.
O SUPERA é como uma academia para o cérebro que, por meio de ferramentas pedagógicas, propõe potencializar as capacidades cognitivas de pessoas de diversas idades e, de modo inclusivo, os idosos.

Agora, lhe convido a fazer uma autoavaliação: Reflita sobre o que tem feito por sua qualidade de vida, considerando a saúde mental e física. Você cultiva hábitos saudáveis de alimentação e preocupa-se em mantê-los? Tem uma rotina de exercícios físicos? E quanto ao cérebro, tem feito algo para fortalecê-lo?

Suas respostas apontarão quais aspectos necessitam de atenção, pois todos estes são primordiais para que se tenha uma vida tranquila em equilíbrio na terceira idade. Porém, é importante tomarmos consciência de que a vida é processual. Portanto, essa atenção com a saúde mental deve estar presente em todas as idades.

Se desde a mais tenra idade as rotinas saudáveis forem cultivadas, certamente as preocupações enquanto adulto e idoso serão menores.

O maior responsável por sua qualidade de vida é você mesmo! Tome atitudes que contribuam para que ela esteja cada vez melhor e mais saudável.

Supera - Ginástica Cerebral, Pratique! Curso para todas as idades

Mantenha-se atualizado.
Assine nossa Newsletter

Posts Relacionados