O cérebro também envelhece

Publicado em: 13/10/2017 por: Leticia Maciel

O cérebro também envelhece - SUPERA - Ginástica para o CérebroO envelhecimento está associado a alterações em todos os sistemas e órgãos do corpo humano. O cérebro também sofre alterações importantes como: morte ou perda das células nervosas (neurônios), o que acarreta em uma diminuição no volume e peso cerebral; na diminuição na concentração cerebral de neurotransmissores, como a serotonina e a acetilcolina importantes para o desempenho do nosso humor, para as novas aprendizagens, para o desempenho do comportamento motor, respectivamente. Durante o processo de envelhecimento normal, ocorre também um aumento de alterações microscópicas no tecido cerebral, com a presença de emaranhados neurofibrilares e placas neurais senis.

 

Estas alterações no cérebro, aliadas às mudanças que ocorrem no sistema sensorial, especificamente na visão e na audição, geram algumas mudanças nas principais funções mentais de indivíduos com 60 anos ou mais, alterações voltadas para o desempenho de memória, da linguagem, das funções executivas e das habilidades visuoespaciais, mesmo na ausência de doenças neurológicas. Um achado universal que afeta todas as funções é a diminuição da velocidade de processamento de informações. Assim, pessoas idosas precisam de mais tempo para aprender novos dados, para lembrar-se de informações e realizar ações rotineiras.

 

Entretanto é sabido que a prática de exercícios de ginástica cerebral pode melhorar o aspecto das alterações biológicas que acontecem no cérebro, no processo de envelhecimento saudável. Por possibilitarem: o nascimento de novos neurônios, a plasticidade cognitiva e o aumento da poupança cognitiva (tecnicamente conhecido como reserva cognitiva).

 

Por isso mesmo que você sinta no seu dia-a-dia algumas mudanças na qualidade do funcionamento de suas habilidades mentais busque um estilo de vida desafiador e fortaleça o seu cérebro, é possível otimizar o desempenho de suas habilidades mentais e isso não depende da idade! A ciência já comprovou os inúmeros benefícios protetores dos exercícios de ginástica cerebral, por isso pratique os e tenha uma velhice independente, ativa e com autonomia.

 

O cérebro também envelhece - SUPERA - Ginástica para o Cérebro

Thais Bento Lima é gerontóloga e colunista do Blog do SUPERA Ginástica para o Cérebro

 

Supera - Ginástica Cerebral, Pratique! Curso para todas as idades

Mantenha-se atualizado.
Assine nossa Newsletter

Posts Relacionados