Ivan: corpo e cérebro de atleta

Publicado em: 13/02/2015 por: Barbara

Por muito tempo envelhecer significou perda das habilidades mentais e incapacitação para o trabalho. A aposentadoria era sinônimo de ociosidade e fim da vida. Mas, felizmente, hoje a realidade é outra: a terceira idade está mais alegre, ativa e saudável.

Prova disso é  Ivan Schwarz, de 78 anos, aluno do SUPERA Brigadeiro, em São Paulo. Nascido em München, na Alemanha, ele veio com cinco anos para o Brasil. Apaixonado pela cultura tropical, ele se tornou um amante do esporte.

Na juventude, representava a faculdade em competições de natação. Desde então, sua paixão pelo esporte só aumentou. Mais tarde, por incentivo da esposa, Dona Rosina, ele começou a praticar corrida e nunca mais parou.

“Depois de fazer vários esportes diferentes, eu me encontrei na corrida. Sempre gostei de correr sozinho e com outras pessoas, pois além dos benefícios para a saúde, faço novas amizades”, conta.

Assim, Ivan tornou-se um colecionador de maratonas, entre elas a “Walt Disney World 1/2 Marathon Weekend”, que acontece anualmente nas férias de janeiro. “É nestes momentos em que me realizo, pois me sinto bem quando estou correndo. É uma sensação realmente muito boa”, acrescenta.

Com o passar dos anos, no entanto, ele recebeu recomendações médicas para pegar leve nas corridas e praticar algo que lhe causasse menos impacto às articulações. Tristeza? Que nada… Uma oportunidade e tanto para realizar um sonho da infância: percorrer longas distâncias sobre duas rodas. E lá se foi o Ivan… pedalar.

Supera e você na Disney

Ivan: corpo e cérebro de atleta - SUPERA - Ginástica para o Cérebro

Aos 78 anos, sr. Ivan não se descuida da saúde mental e física.

Em 2008, percorreu 1.800km de bicicleta pela Europa, uma marca incrível para um senhor de 71 anos. Até hoje, Ivan mantém uma rotina intensa de treinos: intercala as pedaladas com boas doses de corrida e ainda faz uma coisa que pouca gente descobriu: ele exercita o cérebro.

Isso mesmo. Há um ano, Ivan descobriu o que é a ginástica cerebral. “O nome SUPERA me chamava atenção, por isso resolvi ir atrás para saber do que se tratava. Em uma semana, eu já estava matriculado, fazendo os exercícios e gostando”, conta o atleta da terceira idade.

“Se a ginástica para o corpo faz bem, por que a ginástica para o cérebro não faria?”, conta indagando o aluno do SUPERA.

Atento à saúde do corpo e da mente, Ivan diz que com as aulas do SUPERA ele se sente mais motivado para as atividades rotineiras. Agora, acrescenta, “eu entendo a importância dos cuidados com o cérebro”.

No SUPERA, Ivan é aluno da educadora Luana Bulle. Ela admira o contínuo interesse dele pelo aprendizado e desejo de manter uma vida ativa.

“O Ivan ouve, acata e aplica. Ele é muito aberto a novidades e é isto que o mantém jovem. Ele compreende a importância das atividades que propomos aqui no SUPERA. Ele é frequentador assíduo, faz as tarefas e exige de si mesmo a superação de desafios”, relata Luana.

“Quando Ivan começou o curso, não sabia resolver o Sudoku, mas com persistência e dedicação agora ele resolve este e outros exercícios bastante complexos”, revela.

Ivan está entre as pessoas que vão chegar aos 100 anos com cérebro de 30. Com milhares de pessoas que já passaram pelo SUPERA, ele faz da ginástica cerebral uma prática para ter qualidade de vida.

“Aqui aprendi a usar mais o meu cérebro. Percebi sua importância, pois ele não pode ficar parado. O SUPERA trouxe equilíbrio para minha vida”, diz Ivan.

Barbara

Supera - Ginástica Cerebral, Pratique! Curso para todas as idades

Mantenha-se atualizado.
Assine nossa Newsletter

Posts Relacionados