GINÁSTICA CEREBRAL
Como a ginástica cerebral pode aliviar o estresse?

Publicado em: 11/02/2013 por: Leticia Maciel

Como a ginástica cerebral pode aliviar o estresse?Os estudos da neurociência mostram que o cérebro precisa trabalhar até para sorrir. Segundo a especialista no assunto Suzana Herculano-Houzel, apreciar o humor e dar boas gargalhadas para aliviar o estresse requer esforço cognitivo, pois depende da ativação de diversos circuitos do cérebro.
A ginástica cerebral faz exatamente isso. Com a prática do ábaco, as apostilas Abrindo Horizontes e as dinâmicas de grupo, acionamos áreas novas do cérebro, reconstituindo redes de conexões neurais. Quando desvendamos os desafios, encontramos prazer em aprender coisas novas e sorrimos de alguma situação, ativamos três regiões do lado esquerdo do cérebro: uma é parte do sistema de recompensa, responsável por nos dar prazer de quando fazemos algo bom. As outras duas cuidam das sensações corporais, base das emoções.
Nas aulas do Supera, a ginástica cerebral faz com que o aluno se concentre e organize seu cérebro, dedicando algumas horas da semana apenas para seu desenvolvimento e bem-estar. As dinâmicas de grupo, que incluem as neuróbicas (espécie de aeróbicas para os neurônios), proporcionam momentos de descontração e prazer.
Além disso, a ginástica cerebral prepara o aluno para encarar os problemas como desafios e incentivam o pensamento positivo, recursos estes que fazem bem ao cérebro e ajudam a aliviar as tensões do dia-a-dia.
A ginástica cerebral, em alguns exercícios, exige paciência, desenvolvendo a tolerância e a confiança. Com isso, fica muito mais fácil administrar os estímulos externos causadores de estresse no dia-a-dia.

Supera - Ginástica Cerebral, Pratique! Curso para todas as idades

Mantenha-se atualizado.
Assine nossa Newsletter

Posts Relacionados