Escolas municipais adotam método SUPERA no MT

Publicado em: 21/06/2017 por: Leticia Maciel

Escolas municipais adotam ginástica para o cérebro

Escolas municipais adotam método SUPERA no MT - SUPERA - Ginástica para o Cérebro

Aluna da rede municipal de Cláudia, no MT

As escolas do município de Cláudia, no Mato Grosso, inauguraram esta semana três laboratórios de ginástica cerebral do SUPERA, para melhorar o desempenho de seus alunos e, consequentemente, as suas notas nos exames da educação nacional, como o Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica).

O Projeto Neuroeducação, como é conhecido o Método SUPERA nas instituições de ensino, foi implantado pela Franquia do SUPERA em Cuiabá, dirigida pela empresária Alessandra Trentino.

No lançamento do projeto, o SUPERA treinou 47 educadores da rede pública, que não recebiam capacitação havia oito anos.

“Todos eles, inclusive as autoridades, como a secretária de Educação e o prefeito de Claudia, ficaram encantados com a metodologia SUPERA”, afirma Alessandra, indicando que o projeto em Claudia vai beneficiar 940 alunos no total.  

A ginástica para o cérebro traz um amadurecimento cerebral que amplia o potencial de concentração, retendo a informação. Sendo assim, o aluno adquire uma melhor aprendizagem, além de um condicionamento que gera lucidez, clareza e agilidade de pensamento. A metodologia será aplicada com alunos da Educação Infantil, 1º ao 9º ano do ensino fundamental.

De acordo com a secretária municipal de educação e cultura de Cláudia, Claudevânia Barbon Anderle, a metodologia aplicada tem o objetivo de tirar o cérebro da zona de conforto, aumentando a qualidade e a quantidade de sinapses, e desenvolvendo novas redes neuronais.

Assim a capacidade de processamento cerebral aumenta e o resultado traduz em melhor desempenho do aluno em todas as disciplinas da grade curricular.

Através das ferramentas que compõem o programa como o ábaco, jogos diversos e as apostilas de cálculo e abrindo horizontes, os alunos vão desenvolver habilidades cognitivas e socioemocionais.

“A parceria com o Método SUPERA é o primeiro passo para alcançarmos os nossos objetivos na Educação do município. Com um cérebro estimulado e ativo, as crianças vão bem na escola, além do que, com estes espaços, nossas escolas se tornam mais atrativas”, continuou a secretária.

Durante a inauguração, o prefeito Altamir Kurten reafirmou o compromisso de investir o que for preciso para melhorar a educação municipal.

“Investir em educação não é gasto, é investimento. Educação é um direito assegurado pela Constituição, e nós, enquanto gestor, iremos trabalhar para que estes direitos e as propostas elaboradas no nosso plano de governo se tornem uma realidade”, concluí.

Kurten defendeu ali a valorização dos professores e disse que irá trabalhar para melhorar a estrutura das escolas do município.

 

SUPERA Neuroeducação para escolas municipais 

O SUPERA foi criado inicialmente para o público infantil e adolescente, com intuito de desenvolver habilidades cognitivas fundamentais para o aprendizado, como atenção, concentração e agilidade de raciocínio.

Os alunos deste público conseguem prestar mais atenção na aula e melhoram seu rendimento escolar. Além disso, o SUPERA contribui para o aperfeiçoamento da coordenação motora, autoestima, perseverança e disciplina.

O SUPERA não trabalha conteúdos de disciplinas escolares específicas como português e matemática. O material didático é lúdico e possibilita alto grau de interação.

Supera - Ginástica Cerebral, Pratique! Curso para todas as idades

Mantenha-se atualizado.
Assine nossa Newsletter

Posts Relacionados