Benefícios da ginástica cerebral para os esportes

Publicado em: 20/12/2017 por: Assessoria de Imprensa SUPERA

Benefícios da ginástica cerebral para os esportes - SUPERA - Ginástica para o CérebroAtletas precisam ter talento, força e preparo físico, mas é imprescindível também que tenham habilidade mental para se concentrar e tomar decisões com agilidade diante das pressões do adversário e os apelos da torcida.

Por estas e outras razões, o treinamento cerebral vem sendo cada vez mais procurado por esportistas, como pilotos, jogadores de basquete, nadadores, judocas e lutadores de jiu jitsu.

A ginástica cerebral contribui para o desenvolvimento de habilidades fundamentais para atletas como coordenação motora, velocidade de raciocínio, disciplina, pensamento lateral, criatividade e autoconfiança, habilidades imprescindíveis para o sucesso nos esportes.

Assim, quem pratica ginástica para o cérebro tem performance superior nos esportes, ganhando uma visão de jogo diferenciada, compreensão das orientações táticas, capacidade e velocidade na tomada de decisão e capacidade em antever e criar jogadas.

Gabriel de Godoy, de 15 anos, comprova estes benefícios. Aluno do SUPERA Jaguariúna há oito meses, ele relata melhora na capacidade de concentração e, consequentemente, melhor desempenho nos treinos de natação.

“Nas provas de natação, quando estou aguardando para entrar na piscina, consigo ‘apagar’ tudo o que está na minha mente e focar somente em bater o recorde”, com o aluno.

 

SUPERA Sports

O SUPERA Sports um projeto de responsabilidade social que incentiva a prática esportiva como forma de promover a saúde do cérebro e o bem-estar.

“Apostamos nesta ideia sobretudo porque o SUPERA tem uma relação muito forte com os esportes. A diferença de um atleta campeão para os demais atletas está na mente. O Método SUPERA treina seus alunos para terem mais foco, concentração e agilidade de raciocínio, habilidades essenciais para a boa performance dos atletas”, explica o executivo, que já foi campeão nacional de acrobacias aéreas.

Hoje, são quatro atletas profissionais patrocinados pela rede de escolas de ginástica para o cérebro: os irmãos Moara e Ramón Sacilotti, pilotos de Moto Rally, a skatista Pâmela Rosa e a judoca Jéssica Santos. Atletas do Vale do Paraíba, eles adotaram uma nova estratégia para conseguir o diferencial na buscar por títulos em mundiais e Jogos Olímpicos: treinar o cérebro.

“Além do treino físico, nós agora vamos treinar o cérebro. Concentração e agilidade para tomar decisões podem fazer a diferença no resultado. Em pouco tempo de Supera, já consigo perceber que aumentei minha capacidade de concentração”, afirma Ramón Sacilotti, que está cursando ginástica cerebral na unidade SUPERA Esplanada, em São José dos Campos.

 

 

Assessoria de Imprensa SUPERA

Supera - Ginástica Cerebral, Pratique! Curso para todas as idades

Mantenha-se atualizado.
Assine nossa Newsletter

Posts Relacionados