A diferença após a prática do ábaco

Publicado em: 02/05/2008 por: Supera

“Sempre admirei meu pai pela velocidade de seu raciocínio e pela facilidade de fazer cálculos mentais que ele demonstrava no nosso dia-a-dia. Mais tarde vim a saber que isso deveu-se ao contato que ele teve com o aprendizado do Ábaco em sua juventude.

Anos depois, já como mãe, e espelhada nesse exemplo, matriculei meus dois filhos, Renata e Eduardo, nas aulas de Ábaco. Eles sempre foram excelentes alunos, mas depois do Ábaco, foi notório os resultados positivos que apresentaram, principalmente em relação à concentração e a disciplina para o estudo.

O Eduardo está concluindo o segundo grau e a Renata, com 21 anos, está no quarto ano de medicina. Tenho certeza que essa minha atitude colaborou em muito para o desenvolvimento deles na vida acadêmica, e é claro, pessoal também.”

Mirtes de Oliveira Almeida – Professora / Coordenadora e mãe de Renata e Eduardo

Supera - Ginástica Cerebral, Pratique! Curso para todas as idades

Mantenha-se atualizado.
Assine nossa Newsletter

Posts Relacionados