4 Razões da neurociência para fazer ginástica cerebral

Publicado em: 24/06/2015 por: Leticia Maciel

Neurocientista e consultora do SUPERA, Carla Tieppo

Autora: Dra. Carla Tieppo, neurocientista e consultora da rede de escolas SUPERA

Ginástica para o corpo x ginástica cerebral

A palavra ginástica vem sempre acompanhada de uma sensação de sacrifício, do suor e de lágrimas para atingir a condição física necessária. Mas existe um outro tipo de ginástica – a ginástica cerebral – que faz muito bem também e que a gente não precisa suar para fazer.

Você já ouviu falar em ginástica cerebral? É isso mesmo. Podemos exercitar nosso cérebro para que ele melhore seu desempenho naquelas tarefas importantíssimas e que podem fazer toda a diferença em nossas vidas.

Então hoje, para minha coluna do Portal SUPERA, vou escrever sobre as principais razões para que você faça ginástica cerebral em todos os momentos da sua vida: da infância à terceira idade.

 

 

  1. Desenvolver a atenção para manter-se focado naquilo que precisa de toda sua concentração

Temos a falsa impressão de que nossa capacidade de concentração e foco é um traço da nossa personalidade e, portanto, muito difícil de ser modificada. Isso não é verdade. A atenção sustentada em uma determinada tarefa, como ler um livro, escrever um relatório ou prestar atenção a uma aula, é uma habilidade que podemos desenvolver e treinar usando ginástica cerebral.

Quando realizamos atividades desenvolvidas exatamente para este fim, fortalecemos a atividade de regiões cerebrais que manterão nossa atenção focada naquilo que precisamos. Uma das coisas mais importantes é que a ginástica cerebral pode devolver às pessoas a sensação prazerosa de conquista e vitória diante de desafios.

Ao nos concentrarmos em uma tarefa, temos maior chance de sucesso e é esta recompensa que irá nos atrair para mantermos a concentração em todos os outros desafios da vida.

A quantidade enorme e variada de estímulos disponíveis para arrancar a atenção daquilo que realmente importa é muito grande. Treinar a atenção é importante para todas as idades e, quanto mais exercícios voltados para este fim fizermos, mais forte nosso sistema atencional ficará.

Banner_728x90px_Jovem_a

 

  1. Fortalecer a capacidade de memorizar para viver melhor e ampliar a reserva cognitiva

Todos conhecemos a enorme importância que nossa memória tem no nosso cotidiano. Quando estamos cansados e temos dificuldade de lembrar do nome de um objeto ou de uma pessoa, sentimos que nossa comunicação fica muito mais difícil.

Fortalecer a capacidade de memorizar também ajuda a aprender coisas novas e a desenvolver nossa vida pessoal e profissional. A ginástica cerebral deixa a mente mais resistente ao cansaço, porque cria novas redes neuronais. Com um número maior de redes neurais, acessamos mais facilmente nossas memórias.

A memória também é muito dependente da nossa atenção. Assim, melhorando a atenção também melhoramos a memória. Também através de exercícios de memorização aprendemos técnicas que podem ser empregadas quando precisarmos lembrar de muitas coisas novas que acabamos de aprender.

Mas a melhor das notícias é que este aumento no número de redes neurais nos deixa mais resistentes a quadros de demência. Com mais reserva cognitiva formada, sabe-se que os sintomas do mal de Alzheimer, por exemplo, podem ter seu aparecimento retardado em até 10 anos.

  1. Automatizar as funções do raciocínio – ginástica cerebral estimula habilidade

neurociencia e ginastica cerebral no SuperaOutra crença comum é a de que as pessoas inteligentes já nascem assim e que, quem não teve esta sorte, nada pode fazer para mudar. Porém, muitos estudos têm demonstrado que uma das razões mais importantes para um pessoa ter raciocínio rápido e resolver problemas lógicos de forma rápida e eficiente é sua capacidade de memória de trabalho. A memória de trabalho, quando simplificarmos bastante a explicação, seria o equivalente da memória RAM de um computador.

Assim, quando maior for sua memória de trabalho mais elementos você consegue manter simultaneamente em sua base de raciocínio e melhor você consegue usar estas informações.

Então, quanto mais capaz seu cérebro for de processar as informações do ambiente, mais você usará esta capacidade, até que você poderá fazer raciocínios bem complexos de forma automática.

Esta é uma das formas de inteligência mais invejadas e o treino da memória de trabalho pode ajudar muito nisso. Muitos dos exercícios que fazemos na ginástica cerebral estão diretamente relacionados ao desenvolvimento da nossa memória de trabalho.

  1. Aprimorar a capacidade criativa

Uma mente mais ágil, mais atenta e com maior capacidade de processamento de informações traz benefícios que podem diferenciá-lo bastante de outras pessoas e ajudar muito na sua vida pessoal e profissional: você pode se tornar uma pessoa mais criativa. E a criatividade te dará uma característica muito desejada no mundo contemporâneo, a capacidade de inovar. O mundo precisa de pessoas que pensam diferente e sabem resolver problemas complexos com saídas criativas e inovadoras. Seja você a fazer esta diferença!

 

Supera - Ginástica Cerebral, Pratique! Curso para todas as idades

Mantenha-se atualizado.
Assine nossa Newsletter

Posts Relacionados